Terça-feira, 2024-05-21, 1:32 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2014 » Setembro » 8 » SALVADOR: VIZINHO TEVE AJUDA DO PAI E COMPARSA NO CRIME CONTRA O ADVOGADO
4:17 PM
SALVADOR: VIZINHO TEVE AJUDA DO PAI E COMPARSA NO CRIME CONTRA O ADVOGADO

A Polícia Civil apresenta, no fim da manhã desta segunda-feira (8), em seu  auditório, no edifício-sede da instituição, na Piedade, Paulo Magalhães Filho, o Paulinho Mega, o seu pai, Paulo Magalhães, e o comparsa Arivan de Almeida Morais. De acordo com a polícia, Morais executou e escondeu o corpo de advogado é preso Ricardo Melo Andrade, em um cisterna no bairro de Castelo Branco, na capital baiana.

Paulinho Mega e o pai foram preso na sexta-feira (5), em São Paulo, segundo informações da Polícia Civil. A prisão ocorreu com atuação da Divisão Antissequestro da Polícia Civil paulista e do COE (Centro de Operações Especiais da Polícia Civil do Estado da Bahia).

Na coletiva, o vizinho confirmou o sequestro, mas negou participação na morte do advogado. Paulinho também disse que o pai não estava envolvido com o crime, mas a polícia afirma de Paulo ajudou o filho a fugir. Morais permaneceu calado durante a apresentação à imprensa.

Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Hélio Jorge, as investigações ainda estão em curso e os laudos periciais vão poder definir se a vítima foi morta entre 48 horas e uma semana após o sequestro. O advogado ficou em cativeiro em uma fábrica de pallets, em Castelo Branco. Ainda de acordo com o delegado geral, a prisão do pai de Paulinho está prevista na lei para garantir o curso das investigações, para que não haja interferências. A prisão é temporária de 30 dias. Hélio Jorge explicou, ainda, que Paulinho e Morais se conheceram no sistema prisional, onde um cumpria prisão por prática de homicídio e outro latrocínio.

O advogado saiu do apartamento onde mora, no bairro da Graça, por volta das 6h30 do dia 29 de abril, em direção ao elevador. Logo depois, o acusado sai carregando uma mochila e alguns objetos, segundo mostrou imagens de câmera de segurança. Momentos depois, a vítima e o acusado foram flagrados conversando em um posto de combustíveis. Na tarde do mesmo dia, imagens do circuito interno de um banco mostram Paulo Roberto sozinho. Segundo a polícia, ele tentou sacar dinheiro da conta da vítima, mas não conseguiu por que o cartão estava bloqueado. O acusado decidiu, então, entrar em contato com a família do advogado para pedir o resgate.O suspeito do sequestro já responde por vários crimes.

O acusado foi preso por tráfico de drogas no Mato Grosso do Sul, em 2010. Em abril deste ano, o homem foi condenado a 22 anos de prisão por latrocínio, roubo seguido de morte, que cometeu em 2003. Além disso, Paulinho Mega é acusado de ter matado, também, um amigo de infância.Segundo informações do delegado Cleandro Silveira, do COE, devido à condenação, o acusado precisava de dinheiro para fugir e viu no advogado uma oportunidade para conseguir algum dinheiro e efetuar a fuga.  

— Paulinho é o típico psicopata, uma pessoa violenta, calculista, fria, que não demonstra sentimento. Como todo estelionatário, ele passa uma imagem superficial de credibilidade, porém quando aprofunda um pouco mais na conversa, ele demonstra desconhecimento. Foi aí que Ricardo começou a ter algumas dúvidas quando a pessoa do Paulinho Mega.

Fonte: R7.com/Ba

Category: NOTÍCIAS | Views: 339 | Added by: monica01 | Rating: 0.0/0
Registro de arquiv
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 10
Convidados: 10
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa