Segunda-feira, 2024-06-24, 7:15 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2015 » Abril » 6 » SALVADOR : ADUTORA NÃO É RECUPERADA E FALTA DE ÁGUA ENTRA NO SEXTO DIA
3:26 PM
SALVADOR : ADUTORA NÃO É RECUPERADA E FALTA DE ÁGUA ENTRA NO SEXTO DIA

A falta de água em diversos bairros de Salvador entra no sexto dia nesta segunda-feira (6). Os locais estão sem água desde quarta-feira (1º), quando uma adutora foi danificada durante as obras do metrô de Salvador, na BR-324. Cerca de 60% da cidade está enfrentando problemas de falta de água.(Seu bairro está sem água? Conte ao G1)

conserto estava previsto para ser concluído no domingo (5), mas não aconteceu em razão do risco de desmoronamento de terra no local da intervenção, que fica a 11 metros de profundidade. Um desvio está sendo construído para que o abastecimento seja retomado. Não há previsão de quando a obra será finalizada e o fornecimento de água normalizado na capital baiana. De acordo com a CCR, empresa responsável pelo metrô, 270 técnicos estão trabalhando no conserto. Uma nova tubulação está sendo implantada no local para a passagem da água.

Enquanto o fornecimento não volta ao normal,moradores dos 34 bairros atingidos pegam água em bicas ou chegam a comprar a água.

"Sem água para lavar roupa, fazer comida, limpar a casa, ainda mais jogar água no banheiro pra lavar o banheiro sem água. Está muito difícil", relata a dona de casa, Rosimeire Santos. No bairro do Calabetão, um morador viajou, mas deixou o portão aberto para que os vizinhos pudessem usar a água de um poço artesiano.

Saúde
A falta de água também atinge hospital e postos de saúde da capital baiana. Alguns só estão funcionando porque são abastecidos com carros-pipa. Acompanhantes de parentes internados no Hospital Octávio Mangabeira foram informados que não podiam ficar na unidade de saúde por conta do desabastecimento.

"O pessoal informou e pediu que os acompanhantes fossem todos para casa porque só tem 25% de água e só é para os pacientes. Tem pouca água. Não podemos tomar banho, fazer refeição, lavar as mãos. Só está ficando aí quem é do interior [do estado]", conta a auxiliar de biblioteca, Rosângela Araújo.

Em Pau Miúdo, um posto de saúde teve o atendimento suspenso por conta da falta de água. De acordo com funcionários da Embasa, até hidrantes, recursos usados em caso de emergência, como em um incêndio, estão sendo utilizados para abastecer carros-pipa.

"São três caminhões, sem intervalo, para a maternidade José Maria de Magalhães, dois caminhões, sem intervalo também, para o Hospital Ana Nery, um caminhão para o hospital da Cidade, sem intevalo e três caminhões o complexo de hospitais Santa Terezinha, Ernesto Simões Filho e a unidade do Samu, que é o 16° Centro de Sáude no Pau Miúdo", explica o motorista do carro-pipa, Antônio Mocha.

A assessoria da Santa Casa, que administra a Maternidade José Maria de Magalhães Neto, informou que está contratando carros-pipa para abastecer a unidade. Até agora foram 48, mas como o nível do reservatório ainda está baixo algumas medidas estão sendo tomadas para economizar, como a restrição no acesso dos acompanhantes. A Santa Casa disse, ainda, que por enquanto a falta d´água não afeta o atendimento e nenhum parto deixou de ser feito.

Já a Secretaria Estadual da Saúde disse que não houve desabastecimento nos hospitais e unidades de saúde administradas pelo estado. Segundo a secretaria, a Embasa prioriza o fornecimento aos hospitais públicos e apenas o Hospital Octávio Mangabeira precisou ser abastecido com sete carros-pipa por cautela.

Sobre o posto de saúde do bairro do Pau Miúdo, que está com atendimento suspenso, a Secretaria Municipal da Saúde disse que desde sexta-feira (3) o atendimento está comprometido por causa da falta de água. As unidades de Itapuã e da Avenida San Martin  estão na mesma situação.

Serviço
A Embasa afirma que está sendo implantada uma rede de distribuição alternativa, de 500 metros de extensão e 1,5 metro de diâmetro, para garantir a retomada do abastecimento das áreas afetadas.

De acordo com a empresa, além de ter reforçado a produção de água da estação de tratamento da Bolandeira, neste domingo foi ampliada uma frota de carros-pipa de forma emergencial, com prioridade para hospitais e postos de saúde. Cinco frentes, com cerca de 270 técnicos e operários da empresa e da CCR Metrô, estão atualmente, trabalhando para implantar a nova adutora, informou a Embasa.

Localidades afetadas
A Embasa divulgou uma lista de locais da capital baiana que dependem do abastecimento da adutora afetada, e que podem ser afetadas pela falta de água. Veja relação:

Alto das Pombas, Av. Centenário, Av. Garibaldi, Av. Vasco da Gama, Barra, Calabar, Av. Centenário, Chame-Chame, Av. Garibaldi, Ondina, Parque São Braz, São Lazaro, Barra Avenida, Campo Grande, Canela, Engenho Velho da Federação, Federação, Gamboa, Garcia, Graça, Jardim Apipema, Rio Vermelho, Vitória, Amaralina, Candeal, Chapada, Cidade Jardim, Cidadela, Horto Florestal, Iguatemi, Itaigara, Nordeste de Amaralina, Parque Bela Vista, Pituba, Santa Cruz, Vale das Pedrinhas.

Calcada, Comércio, Baixa de Quintas, Baixa dos Sapateiros, Av. Djalma Dutra, Dois Leões, Estrada da Rainha, Santo Agostinho, Sete Portas, Barbalho, Caixa D´água, Iapi, Lapinha, Liberdade, Macaubas, Nazaré, Pau Miúdo, Pero Vaz, Santo Antônio, Saúde, Sieiro, Barroquinha.

Centro, Centro Histórico, Jardim Baiano, Tororó, Acupe de Brotas, Alto do Saldanha, Av. Barros Reis, Boa Vista de Brotas, Av. Bonocô, Brotas, Campinas de Brotas, Cidade Nova, Cosme de Farias, Daniel Lisboa, Engenho Velho de Brotas, Loteamento Santa Tereza, Luis Anselmo, Matatu, Av. Ogunjá, Santo Agostinho, Vila Laura.

Bonfim, Monte Serrat, Mares, Boa Viagem, Jardim Cruzeiro, Lobato, Caminho de Areia, Baixa do Fiscal, Ribeira, Massaranduba, Roma, Uruguai, Joanes Leste, Vila Rui Barbosa, São Caetano, Boa Vista do São Caetano, Capelinha, Alto do Peru e Fazenda Grande do Retiro, Curuzu, Santa Mônica, Guarany, Largo do Tanque, San Martins, Bom Juá, Retiro, Pernambués, Arraial do Retiro, Engomadeira, Saramandaia, Cabula, Resgate, Tancredo Neves, Doron, Saboeiro, Narandiba,  Arenoso, Santo Inácio, Calabetão, Mata Escura, Sussuarana, Barreiras e São Gonçalo.

Fonte: G1/BA

Category: NOTÍCIAS | Views: 500 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
Registro de arquiv
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa