Segunda-feira, 2024-04-22, 5:13 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Novembro » 28 » FEIRA DE SANTANA: DIRETOR DA CASA DA PAZ É PRESO PELA PF EM OPERAÇÃO CONTRA FRAUDE NA CAMPANHA DO DESARMAMENTO
5:34 PM
FEIRA DE SANTANA: DIRETOR DA CASA DA PAZ É PRESO PELA PF EM OPERAÇÃO CONTRA FRAUDE NA CAMPANHA DO DESARMAMENTO

A Polícia Federal realizou na manhã desta quinta-feira (28) uma operação com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que fraudava o programa federal denominado Campanha do Desarmamento. Durante a operação, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva nas cidades de Feira de Santana, Cícero Dantas e Antas, na Bahia, e Fortaleza no Ceará. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Federal de Feira de Santana.

Entre os presos estão o coordenador nacional da ONG Mov Paz Brasil e diretor da Casa da Paz, Clóvis Nunes, que foi encontrado em Fortaleza e terá que retornar para Feira de Santana, e o irmão dele, que foi preso na manhã desta quinta-feira, na casa onde mora.

Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa do Coronel Martinho, da Polícia Militar. No local foi encontrada uma arma sem documentação e ele foi detido. Durante uma entrevista coletiva que será realizada na tarde de hoje no Posto da PF, na avenida Maria Quitéria, a polícia vai informar o motivo do mandado na casa do policial. 

No programa de desarmamento, as pessoas entregavam suas armas de fogo e eram indenizadas com um valor que varia de R$ 150 a R$ 400, a depender do calibre. Em Feira de Santana, o Posto de Entrega voluntária de armas e munições fica na Casa da Paz, no conjunto Feira V, onde mais de quatro mil armas já foram entregues. 

A fraude

De acordo com a Polícia Federal,  estava sendo investigada a inserção fraudulenta, no Sistema Desarma, de dados de armas inexistentes e de cadastramento de armas artesanais como se fossem de fabricação industrial com a finalidade de gerar guias de pagamento das indenizações, causando prejuízo à União, no valor de aproximadamente R$ 1,3 milhão.


Durante a investigação, a PF apurou que das "oito mil e oitocentas armas de fogo que geraram indenizações no Sistema Desarma, quatro mil não existiam e outras quatro mil e quatrocentas eram de fabricação artesanal, não dando ensejo a qualquer tipo de pagamento nos termos da legislação federal em vigor”.

A Polícia Federal apurou também que o núcleo criminoso responsável pela fraude era constituído pelo coordenador nacional da ONG Mov Paz Brasil, e por voluntários, inclusive o irmão dele, que atuava na Casa da Paz, em Feira de Santana, além de outros estados da federação.

 

 Fonte:  Acorda Cidade.

Category: NOTÍCIAS | Views: 398 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
Registro de arquiv
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 21
Convidados: 21
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa