SUSPEITO DE ASSASSINAR PM EM SALVADOR É MORTO EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA - 17 August 2016 - JORGEQUIXABEIRA
Tuesday, 2016-12-06, 6:49 PM
Welcome Guest | RSS

Menu
Login
Categorias
Cesta
Your shopping cart is empty
Pesquisar
Metereologia
Main » 2016 » August » 17 » SUSPEITO DE ASSASSINAR PM EM SALVADOR É MORTO EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA
9:27 AM
SUSPEITO DE ASSASSINAR PM EM SALVADOR É MORTO EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA

Um suspeito de envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar Fabiano Miranda Gomes dos Santos, 25 anos, foi morto em troca de tiros com a polícia nesta terça-feira (16), segundo confirmou a PM. Identificado como Ângelo Marcio da Silva Portugal, 20, ele foi baleado em Ilha de São João, em Simões Filho, e chegou a ser socorrido para o Hospital do Subúrbio, em Salvador, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Segundo a PM, viaturas  da Operação Gêmeos, 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foram até o bairro de Ilha de São João depois da informação de que o suspeito estaria no local.

Quando se aproximaram, Ângelo teria começado a atirar. Houve então uma troca de tiros, quando o suspeito foi baleado. Outros dois suspeitos de participar do assalto e morte do PM já haviam sido mortos em ação em Cosme de Farias.

Morte de PM

O soldado Fabiano, lotado no Batalhão da Polícia Turística (Beptur) foi baleado em um assalto no bairro de Pernambués no dia 4 de agosto, morrendo quatro dias depois. Segundo testemunhas, o policial foi baleado na cabeça e no pescoço por homens armados que chegaram em um carro Sandero prata e anunciaram o assalto. Não há informações se ele reagiu à abordagem. O PM foi socorrido por uma viatura e levado para o Hospital Geral Roberto Santos.

De acordo com o comandante do Beptur, tenente-coronel Josenilton Martins, Fabiano estava na corporação havia dois anos e há um fazia parte do batalhão. Fabiano morava no bairro de Castelo Branco, não era casado e nem tinha filhos.

O policial estava acompanhado da namorada no momento do crime. Ela contou à polícia que, quando passavam por Pernambués num Stilo preto, dois homens em um Sandero prata atiraram contra o veículo em que estavam.

Em nota, a Polícia Militar informou que Fabiano estava de folga, e ia entregar uma torta, junto com sua namorada, quando foi alvejado. Os suspeitos fugiram levando a arma do PM, uma PT 940. O veículo de Fabiano foi abandonado pelos bandidos no bairro de Luís Anselmo.

Um morador da rua onde ocorreu o crime relatou que ouviu entre oito e dez disparos por volta das 22h. “De manhã cedo ainda tinha rastro de sangue na rua, mas a chuva limpou”, conta. Segundo ele, os assaltos são frequentes no local.

Depois, ainda foi revelado que o grupo que abordou e atirou no PM tinha roubado o Sandero em Ipitanga. O carro ainda estava sendo conduzido pela vítima quando os bandidos abordaram o soldado e a namorada, segundo informações de um policial militar, que preferiu não ser identificado.

Suspeitos mortos

Na madrugada de sexta-feira (5), por volta das 3h30, dois suspeitos de terem participado do crime foram mortos em um suposto confronto com a polícia, no bairro de Cosme de Farias. Samuel da Silva Oliveira, 29, e um rapaz, identificado apenas como Pastor, chegaram a ser socorridos ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram aos ferimentos.

Segundo a polícia, uma viatura da Operação Apolo fazia ronda no bairro quando viu suspeitos que fizeram disparos no Beco do Heleodório. Os PMs revidaram e atingiram Samuel na cabeça e no tórax. Com o suspeito, que tinha passagem por tráfico de drogas e roubo, a polícia disse ter encontrado um revólver, 22 pinos de cocaína, um pacote contendo maconha, celular e três cartuchos de munição calibre 45. Com Pastor foi apreendida uma espingarda calibre 12.

Três adolescentes, companheiras dos criminosos e que estavam com eles, foram detidas e liberadas após depoimentos. Dois homens identificados como Jair e Felipe, que também participaram do assalto ao PM, estão sendo procurados. O caso é investigado pela força-tarefa criada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), para apurar crimes contra policiais. A força-tarefa é coordenada pelo delegado Odair Carneiro, titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM/DHPP).

Category: NOTÍCIAS | Views: 154 | Added by: Milena | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total online: 39
Guests: 39
Users: 0
Sites

Copyright MyCorp © 2016