Segunda-feira, 2021-11-29, 4:07 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia
Main » 2010 » Outubro » 26 » SENADOR ROMEU TUMA MORRE AOS 79 ANOS
4:13 PM
SENADOR ROMEU TUMA MORRE AOS 79 ANOS
http://www.claudiohumberto.com.br/OlalaCMS/uploads/midias/MINI_10.10.26-12.59.30-romeu-tuma.jpg

Foi confirmada no início da tarde desta terça-feira a morte do senador Romeu Tuma (PTB-SP), que estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde setembro. Segundo a assessoria do hospital, o óbito ocorreu às 13h00 em decorrência de falência de múltiplos órgãos. O filho Rogério Tuma, que acompanhou todo o tratamento do pai, informou que corpo deve ser velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, a partir das 18h.

Tuma, que tinha 79 anos, sofria de diabetes e tomava injeções de insulina para controlar a doença. Originalmente, a assessoria do senador havia informado que ele havia sido internado com afonia, isto é, perda da voz causada por inflamação. Em outubro, entretanto, ele chegou a ser submetido a uma cirurgia para a colocação de um dispositivo no coração. Romeu Tuma deixa sua mulher, a professora Zilda Dirane Tuma, quatro filhos e nove netos.


Tuma completou 79 anos em 4 de outubro, um dia após o primeiro turno das eleições. Desde os 20 anos de idade na carreira policial, ele assumiu seu primeiro mandato no Legislativo em 1995, aos 64 anos. Foi reeleito em 2002 e tentava novamente a reeleição ao Senado Federal pelo PTB de São Paulo, onde nasceu.

Trajetória

Formado em Direito, Romeu Tuma ingressou na Polícia como investigador, foi delegado e diretor da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e chefe do Departamento Estadual de Ordem Política e Social (Dops). Na década de 80, assumiu a Superintendência da Polícia Federal no Estado e foi diretor da PF até 1992, além de ocupar os cargos de Secretário da Receita Federal e Secretário da Polícia Federal.

Foi assessor especial do governo de São Paulo até 1994, quando se elegeu senador pelo ex-PFL, atual DEM, sob o mote de "Xerife de São Paulo”, com 5,5 milhões de votos. Em 2002, foi reeleito com 7,2 milhões de votos. Seu mandato terminaria em 31 de janeiro de 2011. Os dois projetos de lei mais relevantes apresentados por Romeu Tuma referem-se ao combate ao crime e à violência, como proposições de modificações no Código Penal e a Lei de Execução Penal, que obriga autores de crimes violentos o cumprimento de ao menos dois terços do total das penas. Tuma também apresentou a emenda constitucional aprovada que permite às prefeituras fazer convênios com Estados para empregar guardas municipais no apoio às polícias Civil e Militar.

Outras propostas apresentadas por ele ganharam repercussão na mídia, como a que autoriza o livre acesso em locais públicos a cães guias utilizados por deficientes visuais e a que regulamentou a profissão de peão boiadeiro. Em 2009, então corregedor do Senado, Tuma foi acusado pelo ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi de envolvimento em um esquema de corrupção na contratação de empresas terceirizadas. Tuma negou as acusações e arquivou o caso.

Category: NOTÍCIAS | Views: 410 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa