Sábado, 2022-01-29, 1:04 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Junho » 4 » SÃO PAULO: VÍDEO MOSTRA O ASSASSINATO DE UM HOMEM EM FRENTE A COLÉGIO
1:04 AM
SÃO PAULO: VÍDEO MOSTRA O ASSASSINATO DE UM HOMEM EM FRENTE A COLÉGIO

Um funcionário do Colégio Nossa Senhora do Sion foi morto em uma tentativa de assalto em uma saidinha bancária em São Paulo na manhã desta segunda-feira (3). Imagens divulgadas pela polícia mostram o auxiliar Eduardo Paiva, de 39 anos, ajoelhado na calçada antes de tentar se levantar e ser baleado na cabeça. O crime chocou a cidade.

O caso aconteceu por volta das 11h, quando Eduardo voltava depois de sacar R$ 3 mil em uma agência do Itaú a pouco metros da escola. Ele caminhava pela calçada sem perceber que era seguido por um homem armado, vestido com blusa vermelha, que chegou até lá com um comparsa em uma moto.

O bandido aborda o funcionário e o faz se ajoelhar, antes de pedir o dinheiro. O vídeo mostra Eduardo colocando a mão no bolso, aparentemente para pegar a carteira. Em seguida, no entanto, ele tenta levantar. Nesse momento, ele é baleado no rosto. Os ladrões fogem na moto, sem levar o dinheiro. Os dois ladrões ainda não foram identificados.

A avenida Higienópolis, onde aconteceu o crime, fica no bairro nobre de mesmo nome e estava praticamente vazia no momento do fato. Como a saída das aulas no colégio só começa ao meio dia, não havia crianças por perto. Depois do crime, a entrada da avenida foi bloqueada.

Um zelador da escola chegou a correr até a vítima para tentar prestar socorro. Eduardo foi levado ao pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu e morreu.

Dinheiro de pagamento


Segundo a polícia, Eduardo foi ao bando descontar um cheque referente ao pagamento pelos serviços prestados a uma entidade do Sion. A principal testemunha da polícia, que não quis se identificar, estava com o carro estacionado em frente ao local onde Eduardo foi baleado. Ele contou que ouviu dois tiros sendo disparados.

O delegado Wilson Roberto Zampieri, que investiga o caso, disse que no local só foi encontrado o estojo de um projétil, mas não confirmou se o primeiro tiro falhou. 

O dinheiro sacado por Eduardo foi encontrado do lado de dentro da calça dele, já no hospital. O delegado acredita que o ladrão ficou nervoso com a demora da vítima em entregar o dinheiro. "(Os criminosos) provavelmente já sabiam onde estava guardado o dinheiro”, disse ao Estado de S. Paulo. Para Zampieri, a aução foi "audaciosa" por ter acontecido em uma zona residencial de alto padrão. Assaltos não são comuns na região, segundo ele. A informação é contestada pelo presidente do Conselho de Segurança (Conseg) do bairro, Fábio Fortes.  "Celulares, saidinha de banco, isso ocorre sempre no bairro. As pessoas não fazem mais ocorrência, daí não consta das delegacias”, diz.

Em nota, o colégio Sion disse que Eduardo trabalhava para o local há 9 anos e era conhecido por seu "bom caráter e idoneidade". A escola diz que ajuda nas investigações.

Category: NOTÍCIAS | Views: 725 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa