Segunda-feira, 2020-08-03, 6:10 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2010 » Agosto » 6 » SÃO PAULO VENCE POR 2 X 1 MAIS NÃO FOI SUFICIENTE E INTER ESTÁ NA FINAL
8:39 AM
SÃO PAULO VENCE POR 2 X 1 MAIS NÃO FOI SUFICIENTE E INTER ESTÁ NA FINAL
Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Alecsandro comemora ao marcar o gol que deu a classificação ao Internacional

Não faltou raça, disposição nem futebol para os dois brasileiros que disputavam uma vaga na final da Copa Libertadores. Ao São Paulo, entretanto, faltou um gol. Ao Inter, sobrou. Mesmo com a vitória de 2 a 1, o time de Ricardo Gomes deu adeus à chance de jogar a final. Devido ao saldo qualificado, o Inter, por marcar no Morumbi conseguiu a classificação e disputará o título com o Chivas, do México

O São Paulo começou o jogo com uma formação inédita. Com Ricardo Oliveira, Dagoberto e Fernandão, o time tentou atacar. A forte marcação colorada impedia os avanços são paulinos. Porém, aos 30 minutos do primeiro tempo, o goleiro colorado Renan falhou e Alex Silva marcou o primeiro gol da partida.

No segundo tempo, o Inter empatou com Alecsandro e, minutos depois, o São Paulo voltou a ficar à frente no placar. Ricardo Oliveira marcou. A vitória deu ainda mais emoção à partida.

Se o jogo já tinha muitos elementos de semelhança com a final da Libertadores de 2006, como as presenças dos dois times e as presenças de Rogério Ceni, Fernandão, Tinga e Bolivar, passou a ter mais uma aos 34 minutos do segundo tempo. Assim como no jogo decisivo há quatro anos, o meia foi expulso e deixou o Inter com um a menos no final do jogo.

Mesmo em desvantagem, o time gaúcho conseguiu segurar o placar. A derrota, o classificou para a final da Copa Libertadores da América. Mais, o clube já está garantido no Mundial Interclubes, em Abu Dabhi, já que o mexicano Chivas não pode representar a Conmebol na competição.
O jogo - veja como foi a partida lance a lance
O São Paulo, que precisava vencer por dois gols de diferença para garantir a classificação direta para a final, começou a partida tentando atacar. O ímpeto do time, entretanto, esbarrava na forte marcação do Internacional. Quando não tinha a bola, o time gaúcho mantinha quase todos os jogadores no campo de defesa. Apenas Alecsandro ficava mais à frente aguardando um contra-ataque.

Sem conseguir entrar na área do Inter, o time de Ricardo Gomes tentava de fora. Seja com os chutes direto ao gol, como fez Hernanes aos 15 minutos, ou com cruzamentos, que também saiam dos pés do meia. E foi assim que o São Paulo abriu o placar.

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Hernanes, em cobrança de falta, cruzou na área. Renan falhou ao tentar pegar a bola na pequena e tocou para trás. Alex Silva concluiu de cabeça. Com o 1 a 0, a partida seria decidida em cobranças de pênalti.

Com o placar adverso, o Inter passou a atacar mais. Aos 38 minutos de jogo, Alecsandro recebeu a bola fora da área. Antes de dominar, o atacante sofreu uma entrada dura de Fernandão. O juiz Carlos Amarilla marcou falta e deu cartão amarelo para o jogador do São Paulo, o primeiro da partida. Na cobrança, D’Alessandro chuta para fora.

O segundo tempo começou movimentado. Aos 6 minutos, D’Alessandro cobrou falta na meia direita. A bola tocou no calcanhar de Alecsandro e entrou no canto direito de Rogério Ceni. Com o empate, o Inter voltava a ter a classificação nas mãos. Somente com dois gols, os paulistas levariam a vaga para a final.

Três minutos depois, o São Paulo mostrou que não havia se abalado com o empate. Após cruzamento de Jean, o goleiro colorado saiu de soco e tirou a bola da área. No rebote, Cléber Santana chutou forte e a bola caiu nos pés de Ricardo Oliveira, que tocou para o gol.  Mesmo com a vitória, a vaga ainda não era do time do Morumbi.

Como o Inter havia marcado na casa do adversário, o saldo qualificado classificava a equipe gaúcha. O São Paulo partiu para o ataque, o que deixou o jogo mais rápido ainda. O Inter aproveitava os espaços e também atacava quando tinha a bola. Aos 18 do segundo tempo, Sandro recebe livre na área e toca rasteiro para Tinga. O camisa 16 conclui na marca do pênalti, mas a bola bate em Jean e não entra.

O São Paulo continuava tentando. A dificuldade em entrar na área do adversário era compensada pelos chutes perigosos de Hernanes - que com o resultado se apresentará à seleção brasileira, ao contrário de Sandro. Aos 20 do segundo tempo, o meia quase marca, mas a bola vai para fora, passando rente ao travessão.

Faltando menos de 20 minutos para o jogo terminar, Ricardo Gomes sacou Cleber Santana para a entrada de Marlos. Com o meia, o time passou a buscar ainda mais as jogadas de velocidade. Apesar da pressão, o São Paulo não conseguiu marcar e a vaga na final e no Mundial Interclubes ficou com o Internacional.

Milton Trajano
Charge com Celso Roth e Ricardo Gomes
Charge com Celso Roth e Ricardo Gomes

Category: ESPORTES | Views: 445 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 4
Convidados: 4
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa