SANTALUZ: RÉU É CONDENADO A 14 ANOS DE PRISÃO POR MATAR HOMEM E FORJAR SUICÍDIO NO DISTRITO DE PEREIRA - 14 September 2016 - JORGEQUIXABEIRA
Saturday, 2016-12-03, 12:39 PM
Welcome Guest | RSS

Menu
Login
Categorias
Cesta
Your shopping cart is empty
Pesquisar
Metereologia
Main » 2016 » September » 14 » SANTALUZ: RÉU É CONDENADO A 14 ANOS DE PRISÃO POR MATAR HOMEM E FORJAR SUICÍDIO NO DISTRITO DE PEREIRA
6:34 PM
SANTALUZ: RÉU É CONDENADO A 14 ANOS DE PRISÃO POR MATAR HOMEM E FORJAR SUICÍDIO NO DISTRITO DE PEREIRA

O lavrador Milton de Jesus, de 33 anos, conhecido como ‘Hollywood’que confessou ter matado um homem identificado como Bento Barreto dos Santos, 54, conhecido como ‘Velhinho’, no distrito de Pereira, pertencente a Santaluz, em 8 de janeiro desse ano, foi condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado. O réu foi condenado por homicídio triplamente qualificado, ou seja, por motivo torpe, pela forma cruel de assassinato e por não ter dado à vítima a possibilidade de defesa. O júri popular, que aconteceu no Fórum Desembargador José Maciel dos Santos, em Santaluz, terminou por volta das 16h desta terça-feira (13). A responsável pela acusação foi a promotora de Justiça Letícia Baird. Era esperado que o réu pegasse mais de 20 anos de prisão, sobretudo após ter assumido a autoria do crime, mas o que ocorreu foi o contrário. Graças a excelente atuação do advogado de defesa Cláudio José Morgado Leite, Milton conseguiu condenação mínima. O advogado disse que não vai recorrer da decisão.

Entenda o caso
O crime aconteceu no dia 8 de janeiro de 2015, no distrito de Pereira. Bento Barreto dos Santos, 54 anos, conhecido como ‘Velhinho’, foi encontrado enforcado dentro da casa onde morava, na Travessa da Bomba. Inicialmente, a suspeita era de que o homem havia cometido suicídio. Contudo, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), que estiveram no local do crime após ser acionados por populares, desconfiaram da maneira como a vítima foi encontrada e resolveram apurar o caso. Milton foi preso pelos agentes da GCM três dias depois e confessou o crime. Na ocasião, ele foi encaminhado para a delegacia da cidade, onde prestou depoimento e em seguida foi liberado. O homem voltou a ser preso no dia 14 de janeiro após ter prisão preventiva decretada pela Justiça. De acordo com as investigações, Milton teria matado Bento asfixiado com uma corda e simulado que a vítima teria se suicidado. O crime teria sido motivado após um desentendimento entre os dois.

Redação Notícias de Santaluz

Category: NOTÍCIAS | Views: 398 | Added by: Milena | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total online: 31
Guests: 31
Users: 0
Sites

Copyright MyCorp © 2016