RUY BARBOSA: PREFEITO BONIFÁCIO DEVE SER INDICIADO POR LAVAGEM DE DINHEIRO PELA PF - 3 June 2016 - JORGEQUIXABEIRA
Tuesday, 2016-12-06, 9:08 AM
Welcome Guest | RSS

Menu
Login
Categorias
Cesta
Your shopping cart is empty
Pesquisar
Metereologia
Main » 2016 » June » 3 » RUY BARBOSA: PREFEITO BONIFÁCIO DEVE SER INDICIADO POR LAVAGEM DE DINHEIRO PELA PF
8:33 AM
RUY BARBOSA: PREFEITO BONIFÁCIO DEVE SER INDICIADO POR LAVAGEM DE DINHEIRO PELA PF
O prefeito de Ruy Barbosa, José Bonifácio Marques Dourado (PT), deve ser indiciado por lavagem de dinheiro pela Operação Orobó. Deflagrada nesta quinta-feira (2), a etapa é desdobramento da Operação Águia de Haia, que investiga desvios de recursos públicos do Fundeb. Em entrevista coletiva nesta quinta, na sede da Polícia Federal, em Água de Meninos, em Salvador, o delegado Fernando Berbert explicou que os prefeitos envolvidos na primeira fase da operação já foram indiciados por desvio de verba pública. "Mas nesses desdobramentos estão sendo indiciados por lavagem de dinheiro", disse.
 
Sem poder citar nomes por causa de normas da PF, o delegado afirmou que o prefeito e um deputado com mandato eletivo tinham papel de atrair outras prefeituras para o esquema. "O líder principal era o próprio dono da empresa; a participação de um deputado estadual e de uns prefeitos que faziam o aliciamento das demais prefeituras. Era esse o núcleo de decisão. (...) Tem gente com mandato do eletivo atual que assinou cheque", declarou Berbert, sem nominar os envolvidos. Na época em que foi deflagrada a Águia de Haia, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete do deputado estadual Carlos Ubaldino (PSD), na Assembleia Legislativa da Bahia, quando o parlamentar chegou a jurar inocência ao presidente Marcelo Nilo (PSL).
 
Após o cumprimento de mandados de busca e apreensão no gabinete do deputado Carlos Ubaldino (PSD) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o presidente da Casa, Marcelo Nilo (PDT), relatou que o parlamentar “jurou inocência” na Operação Águia de Haia. Policiais federais foram ao gabinete de Ubaldino na manhã desta segunda-feira (13), após deflagração da operação. “É uma ação dele [Ubaldino]. Ele esteve aqui, conversou, jurou a mim inocência. Enquanto prove o contrário, eu acredito”, afirmou Nilo, frisando que a ação “não tem nada a ver com a Assembleia”. 
 
Até o momento, Ubaldino ainda não se manifestou oficialmente sobre os mandados de busca e apreensão. Na primeira fase da Operação Águia de Haia, foram identificados contratos fraudulentos que envolvem até R$ 57 milhões, com mandados em 30 municípios do Brasil, 25 deles na B
 
FONTE:G1 NOTICIA
Category: NOTÍCIAS | Views: 126 | Added by: Milena | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total online: 27
Guests: 26
Users: 1
Milena
Sites

Copyright MyCorp © 2016