Sábado, 2017-11-18, 12:30 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2017 » Setembro » 16 » QUEDA DE ÔNIBUS NA SERRA DE UBATUBA DEIXA AO MENOS 3 MORTOS E 20 FERIDOS
7:15 PM
QUEDA DE ÔNIBUS NA SERRA DE UBATUBA DEIXA AO MENOS 3 MORTOS E 20 FERIDOS
ros

SÃO PAULO - Um acidente com um micro-ônibus que transportava 32 pessoas deixou ao menos três mortos e cinco feridos grave na serra da Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125) em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, na manhã desta sexta-feira, 15. Os demais passageiros sofreram ferimentos leves, segundo o Corpo de Bombeiros. Um inquérito foi aberto para investigar as causas do acidente.

Havia 14 crianças entre os passageiros, entre elas um bebê de sete meses, informaram testemunhas. Segundo a Prefeitura de Ubatuba, cinco passageiros em estado grave foram transferidos para um hospital na cidade.

O veículo da empresa Aguiatur, com placa DPE 7885, saiu de Limeira com destino ao litoral, capotou e caiu de uma ribanceira na altura do quilômetro 82 da rodovia, por volta das 9 horas, de acordo com a delegada Ana Carolina de Oliveira, da delegacia de polícia de Ubatuba. Num trecho de curvas sinuosas, o veículo se perdeu, bateu na mureta à margem da pista e tombou numa ribanceira de dez metros. O micro-ônibus capotou durante a queda.

OS passageiros aproveitariam um feriado municipal nesta sexta-feira em Limeira e passariam o fim de semana na praia da Lagoinha, em Ubatuba. O ônibus foi fretado por R$ 2,5 mil.

De acordo com Polícia Rodoviária Estadual, o trecho está interditado para socorro às vítimas, que são encaminhadas a um pronto-socorro da região. Ônibus e micro-ônibus não podem trafegar na estrada por conta de um trecho muito sinuoso. Estão autorizados a circular na rodovia somente ônibus da empresa São José, que faz a linha Taubaté-Ubatuba.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), uma portaria de 8 de abril de 2014 restringe a circulação de veículos de transporte de passageiros com dimensões superiores a 7,4 metros do km 78 ao km 86 da rodovia.

O modelo do micro-ônibus acidentado tem 8 metros de comprimento. 

Segundo o DER, há 22 placas na rodovia indicando a proibição. "Cabe ressaltar que nenhuma autorização especial foi emitida permitindo a circulação por condição extraordinária”, informou. A restrição se deve ao traçado da pista, bastante sinuoso, e à declividade do trecho. Conforme o DER, a SP-125 tem 94,5 quilômetros de extensão, de Taubaté a Ubatuba, e, entre 2011 e 2014, recebeu obras de recuperação de pista, regularização de taludes, contenção de erosões e recuperação de pontes. Procurada pela reportagem, a empresa Aguiatur, dona do ônibus, não deu retorno.

Alta velocidade. Uma das vítimas, Abrão Almeida Santos, de 32 anos, disse à reportagem que  a excursão partiu às 2h30 de Limeira e, ao amanhecer, os passageiros perceberam que "o motorista começou a correr muito". 

Ainda de acordo com Santos, os passageiros pediram que ele reduzisse a velocidade, mas o motorista não acatou. O tacógrafo do ônibus foi apreendido, mas está em condição irregular e não marcou as velocidades das últimas duas viagens. 

Um dos passageiros, Moacir Quessada, borracheiro aposentado de Limeira, morreu na hora. Ele viajava com a esposa, Marcia Cristina Pizani Quessada, e os filhos Luan, de 12 anos, e Luana Pizani Quessada, de 18. De acordo com a mãe de Marcia, Natália Pereira dos Santos Pizani, de 64 anos, a família planejava a viagem há dois meses. "Reservaram um chalé e estavam muito animados. Iam retornar no domingo, mas aconteceu essa tragédia.”

Segundo ela, a filha também se feriu, mas sem gravidade. "Ela me ligou para dizer que, com ela e as crianças, estava tudo bem. Disse que, quando viram, o ônibus já estava rolando. Ela não entende como ele foi morrer e, com eles, quase não aconteceu nada. Minha filha só teve uns arranhões.” Outros familiares viajaram nesta sexta para Ubatuba, a fim de resgatar Marcia e os filhos e cuidar do traslado do corpo de Moacir, que será velado e sepultado em Limeira.

O condutor do ônibus, Anderson Clayton Diniz, de 43 anos, disse aos policiais rodoviários que perdeu o freio na descida. Ele foi preso em flagrante por homicídio culposo, com agravante de envolver um veículo de passageiros. Ele também responderá por mais 27 lesões culposas. Segundo a delegada Ana Carolina, o crime tem fiança estipulada em R$ 90 mil.

Diniz afirmou que nao conhecia a estrada e que era a primeira vez que dirigia naquela rodovia. Ele disse que, ao trafegar pela  Rodovia Oswaldo Cruz, km 82, sentido Ubatuba, percebeu que o veículo estava com problemas no freio. O motorista declarou que está desempregado e que trabalhava como freelancer na Águia Tur. 

"Eu tentei frear, mas o veículo já estava em velocidade na descida e acabei jogando para a direita para tentar escorar na mureta mas acabou capotando e caiu na ribanceira. Foi uma fatalidade, infelizmente aconteceu uma tragédia. Pensei nas crianças que estavam ali e tentei fazer o possível", disse Diniz.

Queda de ônibus na serra de Ubatuba deixa ao menos 4 mortos e 20 feridos

Category: NOTÍCIAS | Views: 144 | Added by: Milena | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 33
Convidados: 33
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa