Segunda-feira, 2020-08-03, 5:54 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2010 » Agosto » 5 » PRÊSO EM BARROCAS EX-MARIDO DE CONSELHEIRA TUTELAR ENCONTRADA MORTA
9:00 AM
PRÊSO EM BARROCAS EX-MARIDO DE CONSELHEIRA TUTELAR ENCONTRADA MORTA

Outro fato que chamou a atenção do delegado Ferreira, foi a resposta de Gilberto quando questionado se nos últimos dez dias teria disparado alguma arma de fogo e o mesmo respondeu que na sexta-feira, véspera do crime, teria soltado "uma taboca" ( fogos de artifícios), na fazenda para espantar os urubus. "Acredito que esta resposta seja para confundir o resultado de exames de pólvora combusta, caso venha ser solicitado pela polícia", pontuou.


Paulo Ferreira confirmou que projétil encontrado no local do crime é de uma pistola 380, arma que não é muito fácil encontrar. O delegado responsável pelo caso tem 61 anos de idade e 34 anos de experiência, sendo responsável pela investigação do caso do "Motel", ha 15 anos, quando um cliente, com comportamento psicopata, foi morto pelo proprietário do estabelecimento.

Gilberto Queiróz chegou em uma viatura da Policia Civil a cidade de Barrocas, sem chamar atenção e foi fotografado por uma repórter do Jornal Nossa Voz, um informativo local.

Com uma vida desajustada matrimonialmente, Gilberto esta em seu terceiro casamento. No primeiro, casou - se com uma senhora natural de Serrinha, com quem teve quatro filhos e depois de quinze anos, divorciou. Com a separação, ele cuidou de três filhos e por intermédio deles, pois costumava ir a fazenda que fica em Barrocas, parando sempre em um bar, onde Acácia trabalhava, a conheceu e começou o relacionamento e depois de nove meses se casaram e tiveram dois filhos.

Ele disse que Acácia era ciumenta e este foi o motivo da separação. Inicialmente eles moraram em uma fazenda, depois mudaram para Serrinha e por último, ele vendeu uma propriedade e com os recursos, comprou um trator e investiu R$ 11 mil na casa, o suficiente para a metade da construção. "Fui trabalhando e fazendo a construção. É bem verdade que o terreno é do pai de Acácia e ele deu para a gente fazer a casa", Contou Gilberto, chorando.

O processo da separação vem se arrastando deste de 2005 e no momento da entrevista, chegou o advogado Genebaldo Queiróz, que defende Gilberto nesta causa, porém não quis falar sobre o assunto. Queiróz, foi constituído para defender seu cliente na causa que se refere aos bens.

Gilberto confirmou toda história de passar o dia com os filhos, sua permanência na pizzaria e que entrou na casa depois da presença da polícia. Quando foi informado pelos filhos que a mãe estava morta, ele disse que olhou pela porta, percebeu que Acácia estava caída, achando que estava morta, avisou aos parentes e depois a polícia. "Fiquei algum tempo em frente à casa de meu ex-sogro, foi quando me pediram para sair, pois seria melhor para mim", contou. Ele não disse por que lhe deram este conselho.

Ele negou que tenha qualquer envolvimento no caso, porém admitiu que fosse a principal suspeita por causa do processo que movia contra Acácia na questão da separação. ?Tinha cinco anos que eu havia entrado na área e na casa", contou, mais uma vez chorando.

"Não estou envolvido neste caso, não sei quem fez isto e Deus vai me ajudar a provar minha inocência", concluiu o acusado.

Investigações - A polícia espera contar com o apoio da comunidade para obter mais informações sobre o crime. Ela já sabe que na terça-feira (27), dois homens desconhecidos na cidade, um alto, moreno e com cabelos lisos e ou outro, baixo e moreno, andaram rondando a casa da conselheira. Eles inclusive procuraram se hospedar em uma pousada de um posto de gasolina, próximo do local onde aconteceu o crime, porém o proprietário disse que a pousada ainda não estava pronta. Sabe também que eles seguiram para a cidade e agora os policiais querem saber que são essas pessoas e o que estavam fazendo por lá.

Manifestação - Amigos e familiares da conselheira Acácia Queiróz estão organizando uma grande manifestação na próxima sexta-feira (06), ás 18h, quando será celebrada a missa de sétimo dia e depois eles vão fazer uma caminhada até a Delegacia, onde vão pedir justiça e mais empenho da polícia.

Category: NOTÍCIAS | Views: 391 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa