Terça-feira, 2020-05-26, 5:57 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2015 » Maio » 6 » PREFEITOS DA RMS PARTICIPAM DE DISCUSSÕES DO PACTO PELA VIDA
5:03 PM
PREFEITOS DA RMS PARTICIPAM DE DISCUSSÕES DO PACTO PELA VIDA

Seguindo o objetivo de interiorização das ações de segurança pública e sociais, promovidas pelo programa estadual Pacto Pela Vida, prefeitos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) estão sendo envolvidos e foram convidados a participar da reunião mensal de avaliação da iniciativa, realizada na manhã desta quarta-feira (6), na sede do Ministério Público do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. 

Com a presença do governador Rui Costa, secretários estaduais, além do comandante-geral da Polícia Militar, Anselmo Brandão, do delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito, e outros agentes envolvidos no pacto, os debates tiveram também a participação dos prefeitos das cidades de Camaçari, Ademar Delgado, Lauro de Freitas, Márcio Paiva, e Simões Filho, Eduardo Alencar.

Nos dados apresentados para as cidades representadas na reunião sobre os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), todos os municípios apresentaram redução nos números. A maior diminuição ocorreu no município de Simões Filho - 27,9% -, uma vez que nos primeiros quatro meses de 2014 a Segurança Pública registrou 43 casos, enquanto 2015 foram 31. 

 


De acordo com o prefeito Eduardo Alencar, uma parceria com as polícias Civil e Militar, para realizar rondas e abordagens durante os finais de semana, ajudou nesse resultado. “Estamos lutando contra um problema considerado por mim como responsável por cerca de 80% da causa dos crimes violentos, que são as drogas. Gostaria de aumentar o efetivo no município para dar apoio à área investigativa e celeridade à resolução das ocorrências”.

Em Camaçari, de 1º de janeiro até o último dia do mês de abril de 2015, em comparação com o ano passado, o registro de crimes letais foi 20% menor, o que significa 90 casos registrados em 2014 e, neste ano, 72. Para o prefeito Ademar, a instalação de 27 câmeras de segurança já começou, mas ainda é importante garantir o funcionamento deste sistema e continuar a parceria do município com os policiais civis e militares. 

“Estamos dispostos a fazer tudo o que for possível para fazer a transformação. Não vim para discutir de quem é a responsabilidade institucional da segurança, mas ajudar a mudar esse quadro. A redução é importante e temos que comemorar. Porém, o desafio é diminuir ainda mais o número de vítimas, porque nossa preocupação é a de salvar vidas, dar tranquilidade à população”, afirmou o gestor de Camaçari.

No município de Lauro de Freitas, a redução do acumulado do ano foi de 14,3%, com 63 ocorrências em 2014, contra 54 em 2015. Segundo o prefeito Márcio, na cidade foi criada uma rede de informação entre as forças da Segurança Pública para dar agilidade à resolução de problemas. “Agradeço aos poderes Judiciário e Legislativo por buscar câmeras de segurança para garantir que a inteligência também funcione, com as delegacias envolvidas, a guarda municipal, os bancos, até as câmeras de particulares, e me coloco à disposição para contribuir com uma redução maior desses números”. 

Investimentos e aumento de efetivo 

O governador Rui Costa informou que foram chamados recentemente cerca de dois mil policiais militares, que se somarão aos mil convocados no ano passado. Até o final do ano deverão ser incorporados ao efetivo da PM, mais três mil policiais treinados, além dos policiais civis do concurso concluído recentemente. Mas, segundo ele, isso não é tudo, pois é preciso investir em tecnologia, inclusive em parceria com a população e o empresariado das cidades. 

“Para mim, a prioridade absoluta é intensificar o videomonitoramento, pois não podemos pensar que a única solução é o aumento do efetivo porque temos a limitação orçamentária - financeira e a Lei de Responsabilidade Fiscal, que limita os nossos gastos com pessoal. Acredito, portanto, que as câmeras dão racionalidade ao trabalho de segurança. Ainda que não possam impedir os crimes, elas produzirão material para nortear as investigações e a justiça terá provas para definir melhor as penas, inclusive”, enfatizou Rui Costa. 

Salvador 

Nos resultados consolidados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para a capital baiana houve uma redução de 15,7% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), passando de 561, em 2014, para 473, nos quatro primeiros meses de 2015. Entre os bairros que apresentaram um melhor resultado em termos de diminuição desses crimes estão Itapuã, Barra, CIA, Periperi e Tancredo Neves, sendo a maior redução registrada em Itapuã, onde ocorreram 62 casos no ano passado, contra 34 este ano - uma redução de 45,2%. 

Fonte: SecomBA

Category: NOTÍCIAS | Views: 149 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa