Sábado, 2022-11-26, 5:46 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2015 » Novembro » 11 » OPERAÇÃO CONCORRÊNCIA LEAL COMBATE SONEGAÇÃO FISCAL NO COMÉRCIO
9:30 AM
OPERAÇÃO CONCORRÊNCIA LEAL COMBATE SONEGAÇÃO FISCAL NO COMÉRCIO
Até o final de dezembro deste ano, cerca de dez mil estabelecimentos comerciais baianos serão fiscalizados na Operação Concorrência Leal, da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA). A ação iniciada, no dia 3 de novembro, é contra a sonegação fiscal e tem como alvos principais lojas de vestuário, bebidas, calçados, materiais de construção e supermercados. 

Para isso, estão envolvidas no trabalho equipes da Sefaz-BA, policiais militares e 60 Unidades Móveis de Fiscalização, uma vez que a operação inclui, além de Salvador e região metropolitana, aproximadamente 20 municípios do interior do estado. 

Durante a operação são verificados, entre outros aspectos, a regularidade das máquinas de cartões de crédito, os números de inscrição e CNPJ que constam nos talões de notas fiscais, e as atividades econômicas declaradas pelas empresas. Em alguns casos, também vão ser acompanhados os procedimentos de carga e descarga de mercadorias nos grandes centros comerciais e shoppings. 

Igualdade 

A ideia é que nenhuma empresa seja beneficiada pelo fato de não recolher corretamente os impostos e consiga, assim, estabelecer preços abaixo do mercado, prejudicando a concorrência que é contribuinte regular. O nome ‘Concorrência Leal’ pontua o objetivo da operação - que todas as empresas sejam regularizadas e possam concorrer em igualdade no comércio. 

Na tarde desta terça-feira (10), as fiscais Maria do Socorro Mariano e Niralda da Silva vistoriaram algumas lojas da Avenida Sete, no Centro da capital baiana. Segundo Niralda, essa ação é muito importante tanto para as lojas irregulares quanto para as que contribuem corretamente. 

“Os estabelecimentos regulares se sentem motivados e seguros do que estão fazendo, cientes de que [se encontram] na mesma situação de todas as outras empresas. Não há quem pague mais e quem pague menos. Quem não paga em dia terá que pagar multas com valores que dependem da irregularidade, além de responder e justificar as ilegalidades cometidas”. 


Repórter: Anna Larissa Falcão

Category: NOTÍCIAS | Views: 274 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa