Quarta-feira, 2018-07-18, 3:31 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2018 » Fevereiro » 28 » ONZE PESSOAS SÃO PRESAS POR ROUBO DE PNEUS E RODAS DE CAMINHÕES DURANTE OPERAÇÃO DA PF E PRF, VEJA VÍDEO
8:35 PM
ONZE PESSOAS SÃO PRESAS POR ROUBO DE PNEUS E RODAS DE CAMINHÕES DURANTE OPERAÇÃO DA PF E PRF, VEJA VÍDEO

Onze pessoas foram presas durante a Operação Estrada Livre, da Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (27), na sede da PF em Salvador, o superintendente regional da PRF, Inspetor Virgílio Tourinho, afirmou que a operação estava programado para quarta-feira, mas precisou ser antecipada após a prisão de cinco homens em Araxá, em Minas Gerais, que tinham acabado de praticar um assalto na noite de ontem.

"Identificamos a modalidade de crime em 2015 e começamos a levantar as informações. Em 2017 levamos para a PF e que evoluiu para a operação", explicou o inspetor.

O delegado regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, Fernando Berbet afirmou que além dos presos em MG, dois foram detidos em Itabaiana e um em Aracaju, em Sergipe, dois em Feira de Santana e um em Cabaceiras de Paraguaçu, na Bahia.

Além dos presos, quatro pessoas foram encaminhada para a Polícia Federal de Sergipe por favorecimento pessoas, mas por ser um crime mais leve, foi Lavratura de Termo Circunstanciado e liberados.

Segundo o superintendente regional da PF, Daniel Madrugada, a quadrilha atuava em vários estados do Brasil, como a região Nordeste, oeste e sudeste, mais especificamente em Minas Gerais, além de Tocantins e Goiás, há bastante tempo.

Tourinho contou que nos últimos dois anos, a quadrilha lucrou R$ 9 milhões apenas na Bahia. Os três homens presos na Bahia foi por receptação. "Era uma quadrilha muito ágil e perigosa. Eles agiam com violência, agrediam os motoristas e roubavam os pneus e pertences das vítimas", explicou o superintendente da PF.

Durante a ação, 68 pneus, duas carretas e um revólver de calibre 38 foram apreendidos. A operação ainda está em andamento e dois suspeitos estão foragidos.

Segundo a polícia, os suspeitos agiam em grupo de seia a nove pessoas, à noite ou nas primeiras horas da madrugada. Eles rendiam motoristas de caminhões em postos de combustíveis ou pontos de apoio. Os alvos principais eram veículos em bom estado, pouco importando se estavam carregados ou vazios. Em seguida, o caminhão era levado para estradas de terra, onde outros membros da quadrilha faziam a retirada dos conjuntos rodas/pneus. 

O superintendente da PRF explicou que um bitrem, por exemplo, pode ter até 34 pneus, sem contar os estepes. Cada pneu de uma carreta custa em média R$ 1.600,00, mais aproximadamente R$ 400,00 da roda ferro. Assim, em cada roubo, a quadrilha gerava um prejuízo entre R$ 68 mil e R$ 88,4 mil, isso sem considerar pneus sobressalentes, rádios, demais peças, dinheiro e pertences pessoais.


Category: NOTÍCIAS | Views: 266 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa