Quinta-feira, 2020-09-24, 6:04 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2011 » Abril » 7 » NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE A PRISÃO DOS VEREADORES DE CAÉM ACUSADOS DO ASSASSINATO DE DO COLEGA JOÃO DE QUINHO
2:30 PM
NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE A PRISÃO DOS VEREADORES DE CAÉM ACUSADOS DO ASSASSINATO DE DO COLEGA JOÃO DE QUINHO


José, Florisvaldo e Alexandre

Um dia antes do Município de Caém completar 49 anos de emancipação política, com grande programações comemorativas, que envolvem solenidades que terão início às 17:00 horas, onde autoridades serão homenageadas,  uma Operação Policial conjunta das Polícias Civil e Militar, prende 3 vereadores da cidade.

A Operação comandada pelo Dr. Élvio Brandão de Oliveira, Coordenador da 16ª COORPIN (Coordenadoria de Polícia do Interior), juntamente com o Major Moisés, comandante da 24ª Companhia Independente da Polícia Militar, situada em Jacobina, depois de realizadas investigações, chegaram até um individuo com alcunha de Dandy, que informou aos políciais sobre o envolvimento dos vereadores: Ronaldo  Alves de Oliveira (PTB), atual vice presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Jonas Pereira de Souza, (JP), (PRP),1º secretário e Lourivaldo Anjo dos Santos, (Louro de Mô), do (PMDB), representante do povoado de Vila Cardoso, mais conhecido como o KM 30.

Segundo informações policiais, Dandy esta sendo acusado de ter efetuado o disparo de espingarda calibre 12 que causou a morte de João de Quinho, e denunciou que além dos vereadores mais três facínolas estão envolvidos no crime, são eles, Alexandre da Silva, Faz. Jiboia em Jacobina, Florisvaldo Pereira dos Santos, Faz. Volta em Capim Grosso, e José da Silva de Caém.que teriam recebido R$ 5 mil, para consumarem o assassinato, e que o referido valor fora pago por Ronaldo dentro da Câmara de Vereadores na presença dos outros Edis.

A operação aconteceu às 5:00h, com os delegados Dr. Humberto Brandão de Serrolândia, Dr. Henrique Neto de Jacobina, e Dr. Lane Andrade de Capim Grosso, deram início ao cumprimento do mandato de prisão expedido pelo Juiz da Comarca de Jacobina Dr.Luciano Ribeiro contra os acusados acima mencionados. Dr. Lane na companhia do agente Álvaro Felix, cumpriram o mandado de prisão, de Ronaldo Ângelo Alves de Pliveira, que estava em sua residência localizada na Vila Cardoso (Km 30), Dr. Lane informou que o acusado quando da sua prisão, não esboçou nenhuma reação, recebendo friamente o mandato judicial. Segundo informações um outro Edil quando da prisão colocou as mãos para o céu exclamando "Deus é testemunha que sou inocente", repetindo o gesto varias vezes.

Em instantes vídeo com entrevista com Dr. Lane Andrade

Category: NOTÍCIAS | Views: 1412 | Added by: jorge | Rating: 1.0/1
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa