Segunda-feira, 2020-09-28, 10:36 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2015 » Junho » 9 » LUÍS EDUARDO MAGALHÃES: SUSPEITO DE ATROPELAR IRMÃOS DIZ QUE FUGIU POR MEDO DE SER LINCHADO
9:04 AM
LUÍS EDUARDO MAGALHÃES: SUSPEITO DE ATROPELAR IRMÃOS DIZ QUE FUGIU POR MEDO DE SER LINCHADO

O motorista que fugiu após atropelar duas crianças - uma menina de sete anos e o irmão dela, de quatro anos - na cidade de Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, se apresentou à delegacia da cidade acompanhado de um advogado, na tarde desta segunda-feira (8). Os irmãos, internados em estado grave, foram atingidos pelo carro dirigido pelo condutor enquanto andavam de bicicleta, na última sexta-feira (5).

De acordo com o delegado Leonardo Almeida, o condutor disse que perdeu o controle do carro ao tentar desviar de um cachorro, e que fugiu por medo de ser linchado.

"Ele contou que ao avistar o animal na pista, tentou desviar o carro e acabou colidindo o carro contra os dois irmãos. Mas a gente percebe que por trás desse discurso há uma instrução do advogado de defesa. Apesar de ainda ser cedo para afirmar qualquer coisa, já temos vários indícios de que ele estava em alta velocidade e apresentava sinais de embriaguez, como afirmaram algumas testemunhas que já foram ouvidas", disse Almeida, em contato com o G1.

O delegado informou que pretende ouvir mais testemunhas para esclarecer as circunstâncias do acidente, e o motorista poderá ser indiciado. "Ele não ficou preso porque só se apresentou hoje, e o flagrante só se dá dentro de 24 horas após o fato. Mas pelas evidências que já foram levantadas, tudo me leva a indiciá-lo. Em caso de morte das vítimas, ele poderá responder por homicídio com dolo eventual, que é quando se assume o risco de matar", destacou o delegado.

Segundo Almeida, outro agravante que pode aumentar a pena do motorista em caso de condenação, é a omissão de socorro. "Houve fuga e omissão de socorro. Ele disse que fugiu para não ser linchado e que se ficasse no local, para ajudar as vítimas, correria o risco de ser agredido por populares", destacou.

A Polícia Civil aguarda também a conclusão do laudo feito pelo Departamento de Polícia Técnica no local do crime. "Essa perícia vai analisar as marcas de frenagem no local, para saber se ele realmente estava em alta velocidade. Como fugiu do local e não fez o teste de alcoolemia, será mais difícil saber se estava sob efeito de alcool", disse Almeida.

Os dois irmãos continuam internados em estado grave no Hospital do Oeste, na cidade de Barreiras. A unidade de saúde informou que o menino de quatro anos está no setor de observação infantil, enquanto a irma dele permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ambos correm risco de morrer.

Como o motorista se apresentou de forma espontânea, três dias após o ocorrido, não houve flagrante e, por isso, segundo a Polícia Civil, ele foi liberado após prestar o depoimento e responderá ao processo em liberdade.

Fonte: G1

Category: NOTÍCIAS | Views: 226 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa