Quinta-feira, 2022-09-29, 9:14 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Janeiro » 17 » LAURO DE FREITAS: MÉDICO, IRMÃ E ESPOSA GRÁVIDA SÃO ATROPELADOS POR MOTORISTA DE ÔNIBUS
3:51 PM
LAURO DE FREITAS: MÉDICO, IRMÃ E ESPOSA GRÁVIDA SÃO ATROPELADOS POR MOTORISTA DE ÔNIBUS


O médico ortopedista Raymundo Pereira da Silva Filho, sua esposa Nirlana Teixeira e a irmã do médico, a advogada Arli Patrícia Silva foram atropelados por um motorista de ôinibus na segunda-feira (14), em Lauro de Freitas, região Metropolitana de Salvador. De acordo com o advogado da família, Antônio Tanure, o atropelo foi proposital.  "Primeiro aconteceu um acidente de trânsito, o motorista de ônibus bateu no fundo do carro onde estavam o médico e a irmã dele. A esposa seguia em outro carro, logo a frente. Ela viu o acidente com o ônibus e decidiu descer, para apoiá-los. Eles resolveram fotografar o acidente para apresentar para a seguradora de veículos, quando o motorista do ônibus ficou irritado e acelerou para cima deles”, informou ao G1 o advogado.

 Raymundo Pereira da Silva conseguiu salvar a mulher, que está grávida de sete meses, mas foi atingido e levado por uma equipe de socorristas para o Hospital Aliança, onde segue internado. A esposa teve escoriações leves, foi atendida no local do acidente, passou por exames e ela e o bebê passam bem. Já Arli foi encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE) e transferida nesta quinta-feira (17) para o Hospital Santa Isabel, onde deve passar por uma cirurgia. "Raymundo está internado em estado grave, na UTI. Ele sofreu fraturas na coluna, fratura exposta na perna e traumatismo cranioencefálico. A irmã dele deve passar por uma cirurgia no tórax ainda hoje”, explicou Tanure. 

O delegado Joelson Reis, titular da 23ª delegacia, em Lauro de Freitas, responsável pelo caso, disse que o motorista ainda não se apresentou na unidade policial. "O caso foi registrado no mesmo dia. O motorista do ônibus não pode ser preso em flagrante, mas a representação pela prisão será feita depois. O inquérito já foi instaurado e agora começo a ouvir as testemunhas e uma das vítimas, Nirlana, que deve comparecer à delegacia ainda hoje. Depende apenas do seu estado de saúde”, disse Reis. 

Ao G1, Tanure informou que a advogada da Via Nova, havia dito que a empresa iria prestar toda assistência médica. "Arli não tem plano de saúde e está sendo atendida pelo SUS. Até agora não recebemos nenhuma assistência deles”. Em contato com o G1, a advogada da empresa, Andréa Vidal, disse que só está se pronunciando através da assessoria de imprensa. Até às 11h40 o G1 manteve contato com a assessoria, mas não foi atendido.


Fonte: Voz da Bahia

Category: NOTÍCIAS | Views: 642 | Added by: monica | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 3
Convidados: 3
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa