Domingo, 2023-02-05, 3:15 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Janeiro » 8 » JACOBINA: FÓSSEIS SÃO SALVOS EM PROPRIEDADE DE LAGES DO BATATA
10:07 AM
JACOBINA: FÓSSEIS SÃO SALVOS EM PROPRIEDADE DE LAGES DO BATATA


No período entre 22 de dezembro de 2012 e o dia 5 de Janeiro foi efetivado o salvamento de fósseis de mamíferos pleistocênicos encontrados na Fazenda do senhor Joselito Figueiredo Pereira, na localidade de Pau de Colher, proximidades de Lages do Batata, no município de Jacobina.


O sítio paleontológico foi identificado por ocasião de uma escavação feita pelo proprietário do terreno, destinada à construção de um poço de acumulação de água pluvial. A existência do sítio paleontológico foi notificada ao Museu Geológico do Estado e à UNEB pelo Professor de geografia, Emanuel Carneiro, morador de Lages do Batata, na primeira semana de dezembro passado, tendo sido imediatamente visitada por professor e os alunos da UNEB, em companhia da paleontóloga Márcia Xavier, no dia oito de dezembro passado.
Em um esforço conjunto, coordenado pelos professores Paulo Fernandes, da UNEB - Jacobina, Luciano Artêmio Leal, da UESB – Jequié, e Leonardo Morato, da UFBA – Barreiras, e contando com alunos das três instituições mencionadas, além de alunos do CETEC – Jacobina e do Colégio Estadual Felicidade Magalhães, foi montada uma operação de salvamento do material, que corria o risco de ser destruído, já que o período de chuvas na região se aproxima e o proprietário do terreno necessitava concluir urgentemente o revestimento do poço.
Os trabalhos de salvamento revelaram a existência de uma ossada provavelmente pertencente a uma preguiça-gigante, talvez do gênero Eremotherium, tendo sido retirados mais de sessenta exemplares de ossos, como fêmures, costelas, vértebras e outros ossos de grande porte, ainda não devidamente identificados.
A realização do trabalho de salvamento só foi possível graças a financiamento fornecido pela YAMANA GOLD, bem como pelos esforços pessoais dos pesquisadores e alunos, que custearam o trabalho provisoriamente, até a liberação da verba pela empresa patrocinadora. Além da Yamana, o projeto foi viabilizado pelas facilidades de alojamento fornecidas pela UNEB – Jacobina, e pela UESB e UFBA, que forneceram parte dos recursos para transporte dos alunos. 
Os fósseis serão tombados no laboratório de Geociências da UNEB – Jacobina, que será a instituição curadora dos mesmos, e posteriormente cedidos em comodato provisório à UESB – Jequié, para montagem, restauração e identificação, já que nem a UNEB nem o IFBA têm cursos de biologia em Jacobina.
Pretende-se que pelo menos parte deste material seja exposto em um espaço de cultura cujo projeto está sendo elaborado por professores dos cursos de Geografia e de História da UNEB, e que deverá contar com um museu de geociências e um museu de história regional. A criação deste espaço possibilitará que os cidadãos jacobinenses, especialmente e alunos do Ensino Básico, tenham acesso aos acervos que têm sido coletados e produzidos pela UNEB – Jacobina nos últimos quinze anos. A ideia em princípio é de utilizar o prédio da Rua da Estação para este fim, estando em curso negociações com a Prefeitura de Jacobina para a doação de um terreno, e com o Deputado Amauri Teixeira para a obtenção de verbas para a construção do novo campus.
Agradecemos ao Senhor Joselito Pereira e a sua esposa, Dona Joselita, a imensa compreensão em adiar os trabalhos de construção e cimentação do poço, sem a qual o trabalho não teria sido possível. Agradecemos, sobretudo, aos jovens alunos da UFBA - Barreiras, da UESB, do CETEC, do Colégio Felicidade e da UNEB, alguns dos quais deixaram de descansar nos feriados de fim de ano para salvar este acervo que não é apenas regional, mas que representa, antes de tudo, um patrimônio nacional e mundial. Pela primeira vez, numa longa história de coletas e transferências de fósseis para outros estados, a comunidade regional poderá desfrutar do encantamento que este material pode despertar, esperando-se que o contato com o mesmo estimule a busca pelo conhecimento. 

Fonte: Diaro da chapada
Category: NOTÍCIAS | Views: 716 | Added by: monica | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa