Domingo, 2018-07-15, 5:52 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2015 » Agosto » 26 » JACOBINA: AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE A EXTRAÇÃO DE MINÉRIO POR PARTE DA YAMANA
10:41 AM
JACOBINA: AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE A EXTRAÇÃO DE MINÉRIO POR PARTE DA YAMANA

Iniciou por volta das 9:25h desta quarta feira, 25 de agosto de 2015, na Acija uma Audiência Pública provocada pelo juiz João Paulo do Ministério Público, para tratar sobre a atividade de extração de ouro em Jacobina.

Funcionários da Yamaha Gold superlotavam o auditório e a parte externa da Acija, todos preocupados com as decisões que serão tomadas por parte do MP.

Moradores do entorno do Itapecuru se fizeram presentes, pois se consideram prejudicados pela mineradora.

A Yamana gera entorno de 1. 600 empregos diretos e indiretos, tendo contribuído muito com o desenvolvimento do município.

Segundo o ambientalista Almacks Silva, a Yamana faturou 4.7 milhões em 2013. Acredita que a empresa não irá fechar, mas, precisa cumprir os acordos, pois vem prejudicado o meio ambiente. O impacto é visual e os moradores do entorno da mineradora não são assistidos, só do Cefem, foram repassados 20 milhões em 10 anos para o município. Precisamos que seja revisto os investimentos.

Para o Dr João Paulo, a audiência será também para saber como está a relação entre a Yamana e as comunidades.

Dr Pablo Almeida diz que a audiência irá também tratar sobre recomendações, que recomenda impedir a trafegabilidade dos veículos, na via pública, cobrando que a Yamana crie sua própria via para a passagem de material e máquina bem como aplicar técnicas para diminuir ruídos nas detonações.

O Ministério Público estipulou pagamento de multa de 1 milhão de reais, pelo não cumprimento das recomendações.

Em um slide foi mostrando pelos reclamantes fotos de veículos trafegando em vias da comunidade, causando muita poluição com poeira causando problemas respiratórios, deixando muito material como pedras nas estradas. Reclamam da poluição sonora causado por máquinas explosões, causando rachaduras em residências.

Leonardo Muritiba que é coordenador de meio ambiente da Yamana fala importância da presença de parte dos colaboradores, e que 84% de toda a equipe são residentes em Jacobina. Muritiba disse que ia se ater ao que foi solicitado pelo Ministério Público, exibindo em

Fala que apenas o tráfego operacional é feito pela via pública, e mostrou um mapa, com o novo acesso feito para a passagem de materiais para a fundição do mineiro, como solicitado pelo MP.

Sobre a emissão de ruídos com explosões, Muritiba disse que mesmo se enquadrando no nível aceito por emissão de ruído, a empresa construiu uma barreira acústica, até que se enquadre as recomendações do MP.

Em andamento...
Fonte: Augusto Urgente!

Category: NOTÍCIAS | Views: 185 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 14
Convidados: 14
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa