Sábado, 2023-01-28, 4:44 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Janeiro » 4 » GOVERNADOR JAQUES WAGNER DECRETA LUTO DE TRÊS DIAS PELA MORTE DO PROFº UBIRATAN CASTRO
12:59 PM
GOVERNADOR JAQUES WAGNER DECRETA LUTO DE TRÊS DIAS PELA MORTE DO PROFº UBIRATAN CASTRO


O governador Jaques Wagner decretou luto oficial de três dias na Bahia, a partir desta quinta-feira (3), pela morte do professor e historiador Ubiratan Castro, que exercia o cargo de diretor da Fundação Pedro Calmon, ligada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult). Ele estava internado há dois meses no Hospital Espanhol, em Salvador, e morreu às 7h desta quinta-feira (3), aos 64 anos, em decorrência de uma infecção que se agravou nos últimos dias.

O corpo do professor Ubiratan está sendo velado desde as 14h desta quinta-feira no Palácio da Aclamação, na região do Campo Grande, no centro da capital baiana, e será cremado na sexta-feira (4), às 10h, no cemitério Jardim da Saudade. Wagner lamentou o falecimento do historiador Ubiratan Castro, considerado um dos nomes representativos da cultura baiana.

"Salvador e toda a Bahia perdem uma figura de grande importância para a cultura nacional. Ele nos deixa um legado inestimável de trabalho, dedicação e valorização da cultura baiana, tendo sido, também, um dos fundadores do Centro de Estudos Afro-Orientais (Ceao), ligado à Universidade Federal da Bahia, disse o governador. Ele também ressaltou o trabalho desempenhado por Ubiratan Castro na Fundação Cultural Palmares, onde trabalhou até 2006 com o então ministro da Cultura, Gilberto Gil.

Biografia -
Nascido em Salvador, no dia 22 de dezembro de 1948, o professor Ubiratan Castro de Araújo exercia, desde 2007, o cargo de diretor-geral da Fundação Pedro Calmon. Ele era licenciado em história pela Universidade Católica do Salvador e bacharel em direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), e doutor em história pela Université Paris IV-Sorbonne, mestre, também em história, pela Université Paris X-Nanterre.  

Ubiratan foi professor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia e membro da Academia de Letras da Bahia, onde ocupou a cadeira 33, que tem como patrono o poeta Castro Alves.

Entre outros cargos, foi  também diretor do Centro de Estudos Afro-Orientais da Ufba, presidente do Conselho para o Desenvolvimento das Comunidades Negras de Salvador (CDCN) e ‘irmão professo’ da Venerada Ordem do Rosário de Nossa Senhora dos Homens Pretos a Portas do Carmo, ligada à Igreja do Rosário dos Pretos, no Largo do Pelourinho, Centro Histórico de Salvador.

 

Prêmios e títulos - Ao longo de sua trajetória intelectual,  recebeu diversos prêmios e títulos, destacando-se, entre eles, a Medalha do Bicentenário da Restauração Portuguesa da Academia Portuguesa de História, o Troféu Clementina de Jesus da União dos Negros pela Igualdade (Unegro), Medalha Zumbi dos Palmares da Câmara Municipal de Salvador, e o mais recente, a Comenda da Ordem Rio Branco, condecoração oferecida pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

O professor Ubiratan Castro também foi escritor, sendo autor dos livros A Guerra da Bahia, Salvador Era Assim-Memórias da Cidade, Sete Histórias de Negro - o primeiro trabalho ficcional do autor - e Histórias de Negro (versão ampliada).


Category: NOTÍCIAS | Views: 508 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 3
Convidados: 3
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa