Sexta-feira, 2018-07-20, 1:47 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2012 » Maio » 22 » FEIRA DE SANTANA: COM A PROXIMIDADE DO SÃO JOÃO PRODUTOS JUNINOS DEVEM SUBIR DE PREÇO
9:48 AM
FEIRA DE SANTANA: COM A PROXIMIDADE DO SÃO JOÃO PRODUTOS JUNINOS DEVEM SUBIR DE PREÇO

A maioria dos produtos juninos vendidos no Centro de Abastecimento em Feira de Santana está vindo de outros estados que, devido ao longo período de seca sofrido pela região, os alimentos típicos estão em falta no estado da Bahia. Os produtos estão com os preços mais altos e a previsão dos comerciantes é que eles ficarão ainda mais caros com a proximidade do São João.

O
comerciante Hermes Sena, conhecido como ‘Grande do Milho’, trabalha quase 50 anos vendendo milho no centro de abastecimento. Ele conta que o milho está chegado muito caro, em torno de R$ 40 e sendo revendido a R$ 50 o centro.

"O
milho está vindo de Juazeiro com o valor um pouco alto. Eu acredito que no São João o preço pode chegar a até 80 reais. Um dos motivos dessa alta é a seca que está prejudicando muito a gente”, disse.

A
comerciante Rita Rocha, conhecida como a ‘Rita da Uva’, também reclamou das vendas dos produtos juninos. Ela diz que compra os alimentos em outros estados, por não encontrar na região.

"As
vendas estão devagar, pois começou a chover agora e não tem os produtos na região. Compramos de outro estado para vender aqui. Estou comprando o centro do milho de, em média, R$ 35 para vender por R$ 45. No São João esse preço deve subir, pois é o dia de vender mais caro para a gente ganhar nosso dinheiro”, afirmou.

Wando
Reis, que comercializa laranja, milho e amendoim, também fez a mesma previsão. Ele afirmou que o preço deve subir de acordo com a procura pelos produtos juninos.

"Estou
comprando a laranja em Cruz das Almas e também em outros estados, e o preço varia de R$ 12 a R$ 18, isso depende do tipo e do tamanho. O amendoim está vindo de Pernambuco e a saca está sendo revendida por R$ 140”, relatou.

Wando
afirmou que esse ano o São João vai ser mais caro devido a falta de chuva na região. "Esse ano por causa da seca não vai ter laranja e outros produtos da nossa região, por isso vamos buscar em outros estados como Sergipe, por exemplo,”.

Fonte: Acorda Cidade

Category: NOTÍCIAS | Views: 367 | Added by: FLIMA | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 22
Convidados: 22
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa