Quinta-feira, 2020-09-24, 9:15 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2011 » Março » 30 » FEDERAÇÃO BAIANA DE FUTEBOL RESPEITE O TORCEDOR
1:47 PM
FEDERAÇÃO BAIANA DE FUTEBOL RESPEITE O TORCEDOR

Com a promulgação da atual Constituição Federal, em 1988, o Brasil sepultou os entulhos autoritários e assegurou a liberdade de expressão e de manifestação como um direito fundamental do cidadão. Tal garantia está expressa no capítulo 5º da referida Carta Magna.

A Bahia, porém, continua na vanguarda do atraso e faz questão de a todo momento confirmar aquela sentença de Otávio Mangabeira, que dizia que nosso Estado sempre tem precedente nos absurdos.

No último domingo, no Joia da Princesa, por exemplo, a Federação Bahiana de Futebol, com o apoio da Polícia Militar da Bahia, cometeu um ato truculento que agride a democracia. Sob o argumento de que o Estatuto do Torcedor estava sendo ferido, a FBF recolheu, de modo abrupto, uma faixa de torcedores do Vitória que protestavam contra o nível das arbitragens locais.

Wilson Paim, presidente da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol, afirmou que não houve truculência por parte dos policiais na retirada da faixa. Ainda que não tenha existido, a questão principal é que a retirada da faixa já é, em si, um ato violento, pois vai de encontro à liberdade de expressão e de manifestação.

Ademais, o único artigo do Estatuto que poderia ser invocado para tão nefasto ato seria o de número 30, que diz exatamente o seguinte: "É direito do torcedor que a arbitragem das competições desportivas seja independente, imparcial, previamente remunerada e isenta de pressões”.

Agora, fica a pergunta: Em quê, uma simples faixa afeta a isenção da arbitragem? Absolutamente nada, até porque a mesma, estendida de forma pacífica, não faz nenhuma referência específica aos árbitros da partida, mas sim ao comportamento geral da arbitragem na competição.

Francamente, argumentar que os torcedores pressionavam os árbitros é exagerar na interpretação da lei em prol da truculência. Afinal, quantos artigos do referido Estatuto são desrespeitados cotidianamente sem que a Federação Bahiana de Futebol esboce a mínima reação? Aliás, em relação à arbitragem deste ano, o próprio presidente da Instituição, Ednaldo Rodrigues, reconhece que "era para estar bem melhor”, conforme matéria publicada na imprensa local e reproduzida nacionalmente.

E por falar em melhorias, entendemos que a Federação Bahiana de Futebol deveria esforçar-se para mudar de forma contundente a atual realidade do nosso futebol, que é marcado por baixo nível técnico, jogos deficitários, público reduzido e, eis aí novamente, péssimas arbitragens.

É óbvio que a solução destes problemas ancestrais não é simples, porém, o pior caminho para combatê-los é apelar à truculência, tentando calar as vozes dissonantes.

Por tudo isso, o Movimento Somos Mais Vitória repudia a nefasta ação da FBF em Feira de Santana e exige uma mudança do seu comportamento em relação aos torcedores, principal razão de ser do espetáculo.
Fonte: JQnoticias
Category: NOTÍCIAS | Views: 386 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa