Quinta-feira, 2021-04-15, 3:11 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2011 » Julho » 14 » FAMILIARES DA GAROTA QUE MORREU DE MENINGITE EM MIGUEL CALMON, CONCEDEM ENTREVISTA A JACOBINA FM
10:48 AM
FAMILIARES DA GAROTA QUE MORREU DE MENINGITE EM MIGUEL CALMON, CONCEDEM ENTREVISTA A JACOBINA FM

Concederam entrevista ao Blitz Total 2ª edição da Jacobina FM desta quarta-feira (13) familiares da garota Keveli Silva Lima de 8 anos, que morreu na sexta-feira, 08 de Julho, no Hospital Padre Paulo Felber em Miguel Calmon, vítima de Meningite Bacteriana conforme exame realizado no Laboratório LACEN em Salvador e assinado por Aline Ane Ferreira de Deus, do GT Meningite e Adriana Dourado, coordenadora da COVEDI, com data de 12 de Julho do ano em curso.

De acordo com relatos da Arlí, mãe de criação e tia da garota, há dois meses Keveli enfrentou uma virose, foi ao medico, passou por exames, tomou os medicamentos prescritos e ficou curada do problema.

Na quinta-feira (07) a garota queixou de uma dor de cabeça chegando a vomitar, tomou algumas gotas de Dipirona e no dia seguinte já estava em condição de ir à escola. De volta para casa Keveli aparentava estar bem quando voltou a reclamar novamente de dor de cabeça, segundo a tia já passava do meio dia, algumas gotas de um medicamento não identificado pela tia na entrevista foram dados a garota acompanhado de um chá, por volta das 14h30min a tia resolveu levar a garota ao citado hospital, lá foi atendida por uma médica de nome não revelado por familiares, que após saber do problema da garota prescreveu os medicamentos que foram aplicados por um enfermeiro de nome não também não revelado por Arlí na entrevista. Duas horas depois assim afirmou a tia, Keveli sofreu uma convulsão, uma injeção de Diazepan teria sido aplicada na garota que dormiu ate às 23h aproximadamente, foi quando Arlí percebeu que a menina roncava muito forte e que seu coração batia bastante acelerado.

Segundo Arlí a médica colocou que as reações faziam parte do processo de convulsão, uma nova injeção de Diazepam teria sido aplicada, 20min depois a garota veio a óbito, narrou Arlí com os olhos forrados de lágrimas.

Com a notícia da morte da garota que chegou andando no hospital, Arlí ficou desesperada, houve tumultos e protestos. No dia seguinte, a informação que a garota teria morrido de Meningite. O material foi recolhido para a constatação da suspeita e enviado ao Laboratório LACEN em Salvador que comprovou que Keveli morreu de Meningite Bacteriana.

Outro ponto relatado por Arlí na entrevista diz respeito ao sepultamento da garota. Segundo a mesma a menina foi sepultada sem o atestado de óbito que até esta quarta-feira (13) ainda não tinha sido emitido pelo Hospital. 

Inconformados com a morte da menina, familiares contrataram um advogado, que acionará a justiça para saber se houve erro médico diante dos procedimentos aplicados e outras duvidas que pairam na cabeça dos familiares.

Participaram ainda da entrevista a mãe de Keveli, a dona Cristiane e Maria Rosa, outra tia da garota que mora em Brasília.

Texto e Fotos: Arnaldo Silva.

Category: NOTÍCIAS | Views: 493 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa