EXCLUSIVO: VÍTIMA QUE SOBREVIVEU AOS ATAQUES DE FACÃO DE ASSASSINOS CONTA COMO TUDO ACONTECEU - 29 October 2016 - JORGEQUIXABEIRA
Saturday, 2016-12-03, 2:41 PM
Welcome Guest | RSS

Menu
Login
Categorias
Cesta
Your shopping cart is empty
Pesquisar
Metereologia
Main » 2016 » October » 29 » EXCLUSIVO: VÍTIMA QUE SOBREVIVEU AOS ATAQUES DE FACÃO DE ASSASSINOS CONTA COMO TUDO ACONTECEU
9:21 AM
EXCLUSIVO: VÍTIMA QUE SOBREVIVEU AOS ATAQUES DE FACÃO DE ASSASSINOS CONTA COMO TUDO ACONTECEU

Posto da Mata: Nossa equipe de reportagem entrevistou com exclusividade, o senhor de 53 anos de idade, que viveu momentos de terror nesta quinta-feira (27), por volta das 22h. Ele foi também vítima de dois bandidos, que além de assaltar várias pessoas naquela noite, tirou a vida Wilson Fernandes de Souza, 45 anos de idade, que foi encontrado morto no bairro Recanto do Lago, morto por vários golpes de facão no rosto e teve um dos pés dilacerado, e ainda, foi atropelado por diversas vezes, sendo encontrado por populares na manhã desta sexta-feira (28).

Nossa equipe esteve no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, na noite desta sexta-feira (28), onde a vítima está internada, e contou detalhes como tudo aconteceu. “Eu estava vindo do centro de Posto da Mata para minha casa, que é distante, passando pelo bairro Bom Sucesso fui atravessar o asfalto, vi um Fiat Palio cinza, parado, mas, não maldei. Estava de bicicleta, e quando atravessei a pista e peguei a rua principal, eles aceleraram o carro e vieram até a mim. Neste momento, um deles (estavam em dois), desceu do carro com um facão nas mãos anunciando assalto, gritando para eu passar celular e dinheiro, mas ele já chegou me agredindo, então acelerei a bicicleta, eles voltaram para o carro e me atropelaram”, explicou.

A vítima salienta que mesmo sendo atingido pelo carro, correu para outra rua e os bandidos continuaram atrás dele. “O carona desceu de novo, e já me golpeou no rosto, atingindo meu nariz, onde teve fratura exposta na hora, muito sangue descia e continuou me agredindo e eu tentando defender com as mãos. O motorista todo o tempo ficou no carro e o outro de cor negra e magro me agredia. Cheguei a cair, ele deu mais golpe que acertou minha cabeça, pegou o dinheiro que eu tinha e cartão de crédito, entrou no carro para ir embora, mas, eu sentei na calçada, foi quando me viram vivo, voltaram e começaram a falar que iria me matar. Pedi todo o tempo para não fazer aquilo, que eu sou trabalhador e tinha família para criar, supliquei para não me matarem, ele me mandava tirar a mão da cabeça, queria me matar a todo custo, e os golpes romperam os ligamentos dos meus braços, achei que iria morrer ali”, contou.


A vítima conseguiu pedir ajuda, e populares ligaram para o SAMU, polícia e familiares e conseguiram socorrê-lo. Passou por uma cirurgia urgente nos braços e terá mais uma para fazer no rosto, ele se encontra internado e seu estado de saúde é delicado. A vítima mudou para o distrito há 1 ano, trabalha em uma loja e final de mês fica até mais tarde na loja. Ele não tem passagem pela delegacia, e garantiu não conhecer os bandidos e nem a outra vítima que foi encontrada morta.

Entenda o caso:


Depois de localizado o corpo da vítima, Wilson Fernandes de Souza, com marcas de tortura, policiais militares da 89ª Companhia Independente de Polícia Militar iniciaram os trabalhos acerca do crime. Os PMs durante diligências encontraram o veículo Fiat/Palio, de cor cinza, placa policial JPK 0656, licenciado em Nova Viçosa, que foi usado pelos criminosos. E conseguiram prender Rosenilton Encarnação Santos, 40 anos de idade, que de acordo com a Polícia, participou do latrocínio que vitimou Wilson, e que o outro participante do crime seria o ex-presidiário, Alison Soares dos Santos, vulgo "Pita", que foi preso em 2015 por homicídio, e que já estava em liberdade condicional.

A vítima salienta que mesmo sendo atingido pelo carro, correu para outra rua e os bandidos continuaram atrás dele. “O carona desceu de novo, e já me golpeou no rosto, atingindo meu nariz, onde teve fratura exposta na hora, muito sangue descia e continuou me agredindo e eu tentando defender com as mãos. O motorista todo o tempo ficou no carro e o outro de cor negra e magro me agredia. Cheguei a cair, ele deu mais golpe que acertou minha cabeça, pegou o dinheiro que eu tinha e cartão de crédito, entrou no carro para ir embora, mas, eu sentei na calçada, foi quando me viram vivo, voltaram e começaram a falar que iria me matar. Pedi todo o tempo para não fazer aquilo, que eu sou trabalhador e tinha família para criar, supliquei para não me matarem, ele me mandava tirar a mão da cabeça, queria me matar a todo custo, e os golpes romperam os ligamentos dos meus braços, achei que iria morrer ali”, contou.

A vítima conseguiu pedir ajuda, e populares ligaram para o SAMU, polícia e familiares e conseguiram socorrê-lo. Passou por uma cirurgia urgente nos braços e terá mais uma para fazer no rosto, ele se encontra internado e seu estado de saúde é delicado. A vítima mudou para o distrito há 1 ano, trabalha em uma loja e final de mês fica até mais tarde na loja. Ele não tem passagem pela delegacia, e garantiu não conhecer os bandidos e nem a outra vítima que foi encontrada morta.

Entenda o caso:

Depois de localizado o corpo da vítima, Wilson Fernandes de Souza, com marcas de tortura, policiais militares da 89ª Companhia Independente de Polícia Militar iniciaram os trabalhos acerca do crime. Os PMs durante diligências encontraram o veículo Fiat/Palio, de cor cinza, placa policial JPK 0656, licenciado em Nova Viçosa, que foi usado pelos criminosos. E conseguiram prender Rosenilton Encarnação Santos, 40 anos de idade, que de acordo com a Polícia, participou do latrocínio que vitimou Wilson, e que o outro participante do crime seria o ex-presidiário, Alison Soares dos Santos, vulgo "Pita", que foi preso em 2015 por homicídio, e que já estava em liberdade condicional.

 

Durante troca de tiros, o "Pita" foi alvejado, e, imediatamente, socorrido ao Hospital Municipal, mas, não resistiu e morreu momentos depois de dar entrada na Unidade Hospitalar. A arma usada por ele foi apreendida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Posto da Mata, onde a morte de Alison foi informada e o caso registrado e apresentado ao delegado titular, Maderson Souza Dias.

Segundo a polícia, o crime tem características de latrocínio e que os suspeitos eram contumazes em crimes de roubo. Já o Rosenilton alega que a motivação foi por dívida de drogas.

Por: Mirian Ferreira/Liberdadenews

 

Category: NOTÍCIAS | Views: 253 | Added by: Milena | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total online: 24
Guests: 24
Users: 0
Sites

Copyright MyCorp © 2016