Domingo, 2021-11-28, 3:29 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia
Main » 2012 » Junho » 22 » EUNÁPOLIS: EMPRESARIO FALA SOBRE SEQUESTRO E REBATE INSINUAÇÕES
10:15 AM
EUNÁPOLIS: EMPRESARIO FALA SOBRE SEQUESTRO E REBATE INSINUAÇÕES

Com visíveis lesões no olho esquerdo, no rosto, na testa e nas mãos, o empresário Alex Avancini, 37 anos, esteve na noite desta quinta-feira (21), para falar sobre o sequestro do qual diz ter sido vítima.

Alex, que foi ouvido no fim da manhã pelo delegado de Itabela, Hermano Costa e à tarde em Eunápolis, pelo coordenador regional da Polícia Civil, Evy Paternostro, estava muito abatido e chateado com a conotação política que o fato, inevitavelmente, ganhou, uma vez que ele é candidato a prefeito pelo PDT.

Para o empresário, alguns segmentos da imprensa e adversários políticos insinuam que não houve sequestro e que tudo não teria passado de um jogo de cena, com o único objetivo de obter dividendos eleitorais. 'Eu fui vítima e a polícia já está investigando isso e a resposta virá no momento certo', declarou.

O sequestro - Alex Avancini relatou ao RADAR64 que por volta das 23h de quarta-feira (20) estava chegando à sua casa, no centro de Itabela, em um veículo Pajero.

Ele contou ainda que foi fechado por um carro Fiat Uno, cor azul, de quatro portas, de onde saíram dois homens armados com revólveres e pistolas. Um terceiro bandido teria ficado dentro do Uno.

'Foi tudo muito rápido. O local era escuro, eles usavam toucas tipo brucutu e apontaram as armas para mim. Achei que fosse ser executado ali mesmo', afirmou.

Alex prosseguiu o relato acrescentando que os bandidos o jogaram no banco de trás de sua Pajero. Um dos assaltantes assumiu a direção do veículo. A Pajero foi escoltada pelo Uno. Câmeras de segurança de duas empresas teriam registrado os carros passando em alta velocidade. 'Eles mandaram eu ficar quietinho, de cabeça baixa, senão seria morto'.

Testemunhas - Os bandidos saíram dirigindo a Pajero pelo centro da cidade e nas proximidades da Lanchonete Tomazini Alex tentou fugir. 'Havia mais de 40 pessoas na lanchonete assistindo a uma partida de futebol. Tentei tomar a arma do homem que estava atrás comigo. Eles ficaram irritados e começaram a me agredir com coronhadas na cabeça e no rosto. Inclusive, algumas pessoas presenciaram o meu desespero e avisaram a polícia', diz.

A fuga foi pela Estrada do Queimado, em direção ao distrito de Trancoso, em Porto Seguro. No trajeto, eles roubaram R$ 4 mil, uma aliança, relógio importado avaliado em R$ 12 mil, dois celulares e um talão de cheques da empresa de Alex Avancini.

Luta com o bandido e fuga - Nas proximidades do Queimado, achando que iria morrer, Alex afirmou que reagiu pela segunda vez.

'Devido a buracos na estrada, aproveitei que o veículo estava em baixa velocidade e uma distração dos bandidos, para tentar sair do carro. Na luta corporal com o marginal a arma disparou, mas não sei se ele ficou ferido', continua.

Alex falou que conseguiu pular da Pajero e caminhou três quilômetros por dentro dos matos até chegar à BR-367. Uma viatura da Polícia Militar passava no momento e ele pediu ajuda.

Alex foi levado por dois policiais, inicialmente, para o batalhão da PM e depois para o Hospital Luis Eduarado Mgalhães, onde recebeu atendimento médico e foi sumetido a exame de radiografia.

Depois disso, Alex lembra que foi para delegacia de Polícia Civil para prestar queixa, mas foi orientado por um agente a realizar o procedimento em Itabela, onde ocorreu o crime.


A Pajero do empresário, placa JRK-9848, de Barreiras/BA, foi levada pela dupla e ainda não foi encontrada.


Fonte: Radar64


Category: NOTÍCIAS | Views: 584 | Added by: FLIMA | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa