Segunda-feira, 2020-08-10, 3:17 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2015 » Setembro » 5 » ESTUDANTES DESFILAM NA PARADA DA INDEPENDÊNCIA EM SÃO CRISTÓVÃO
10:49 AM
ESTUDANTES DESFILAM NA PARADA DA INDEPENDÊNCIA EM SÃO CRISTÓVÃO

VEJA MAIS FOTOS 

Antecipando as comemorações do Dia da Independência do Brasil – celebrado na segunda-feira (7) –, mais de cem estudantes de colégios estaduais desfilaram na Parada da Independência, na manhã desta sexta-feira (4), no bairro de São Cristóvão, em Salvador. Vestidos a caráter, com grupos de dança e bandas, os adolescentes levaram as fanfarras da escola pela Avenida Aliomar Baleeiro e foram acompanhados de perto pela população do bairro. 

Os alunos dos colégios estaduais Professor Carlos Alberto Cerqueira, do bairro de São Caetano; Luiz Navarro de Brito, da Lapinha; João Caribé, de São Tomé de Paripe, se reuniram na quadra e salas de aula do Colégio Estadual Visconde de Mauá, que fica em São Cristóvão. A banda anfitriã, a Banvima (banda da Visconde de Mauá), estava desde cedo na quadra da escola e os alunos estavam ansiosos para o desfile. Segundo Wesley de Souza, do 9º ano, levar a Banvima para o lado de fora da escola é o “fim de um mistério”. “A vizinhança da escola e o bairro estão acostumados a nos ouvir ensaiar e acho que de longe tudo parece um barulho. Mas tocando pela rua, as pessoas vão entender e saber que não estamos aqui para bagunçar ou brincar, elas vão ver o que estamos aprendendo e que aquele som todo são músicas de verdade”, contou Wesley, pouco antes de sair tocando da escola. 

Com os estandartes das escolas à frente de cada grupo, os estudantes se concentraram durante toda a apresentação, o que reflete o trabalho que é feito nas escolas com os alunos. Para o regente do colégio Visconde de Mauá, Alexander Silva, as aulas de música produzem um envolvimento maior do jovem na escola e isso traz como resultado os prêmios conquistados pela Banvima, tanto pelas apresentações, quanto pela disciplina dos alunos. “Acaba sendo fácil o meu trabalho, porque quando eles percebem o que podem fazer com os instrumentos, eles se mostram interessados, inteligentes e assimilam muito rapidamente as lições. É um trabalho gratificante”, contou o regente. 

Para os alunos, a cobrança também vem da escola, para que eles não encarem a música apenas como uma diversão, mas como parte do processo educacional. Por conta disso, a diretora do Colégio Estadual João Caribé, Rosilane Gomes, afirma que a situação do estudante é analisada para que ele participe e continue fazendo parte da fanfarra. “A fanfarra faz parte do projeto Mais Educação e esses alunos precisam estar matriculados na escola, frequentando regularmente. Para compor o grupo, são avaliados critérios, como bom rendimento nas disciplinas e o comportamento na escola. Temos a fanfarra desde 2010 e, nestes cinco anos, se mostrou uma forma muito proveitosa de inserir ainda mais os alunos na vida escolar”, explicou a diretora.

Category: NOTÍCIAS | Views: 181 | Added by: tainá | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 4
Convidados: 4
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa