Quarta-feira, 2021-12-01, 6:53 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia
Main » 2012 » Junho » 16 » CORPO DE BAIANO É EXUMADO PARA PERÍCIA EXPLICAR MORTE DE APOSENTADO
9:43 AM
CORPO DE BAIANO É EXUMADO PARA PERÍCIA EXPLICAR MORTE DE APOSENTADO

Peritos do departamento de Polícia Técnica de Ilhéus coletaram nesta sexta-feira (15), material do corpo de Ivo Teles de 70 anos, para ajudar a explicar a morte do aposentado. O resultado do laudo deve sair em 10 dias. Teles foi internado em janeiro de 2011 após ter sido despejado da casa onde morava na comunidade de Pinheirinho em São José dos Campos, São Paulo.

O Conselho de Defesa da Pessoa Humana de São Paulo e o comandante de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa da Bahia, Yulo Oiticica, acompanham a exumação.

De acordo com informações da família, Teles se mudou para São Paulo na década de 80 em busca de emprego. Desde então ele residia na comunidade de Pinheirinho. Ainda de acordo com a família, após a ocupação, Teles foi internado durante 10 dias como indigente e ficou dois meses no hospital. Logo depois de saber da situação que encontrava o pai, a filha foi para São Paulo e o trouxe de volta para a Bahia.

"Estamos falando de um senhor de 70 anos que foi brutalmente espancado naquela ação de reintegração de posse. Há uma série de vídeos e fotos comprovando isso. A filha sai de Ilhéus e encontra o pai, internado por 10 dias como indigente do hospital, completamente dilacerado fisicamente. Logo depois ele veio a óbito por falência múltipla dos órgãos”, disse o comandante de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa da Bahia, Yulo Oiticica.

"Entre o espancamento e a entrada dele no hospital e sua permanência em coma durante o período que procedeu a sua liberação e a sua morte, gera muitas dúvidas. Estamos acompanhando todos os atos”, informou o conselheiro de Defesa da Pessoa Humana de São Paulo, Renato Simões.
"Ele veio de São Paulo cheio de escoriações. Cremos que foi consequência dessa violência que ele sofreu. Nós estamos aqui para saber, não vamos julgar, mas queremos saber a verdade”, completou a irmã da vítima, Rosineide Santos Barreto.

Fonte: G1

Category: NOTÍCIAS | Views: 591 | Added by: FLIMA | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 3
Convidados: 3
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa