Sexta-feira, 2023-03-31, 4:16 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Maio » 23 » COM MÃOS SUJAS DE SANGUE, ACUSADO DE MATAR SOLDADO ENVIA MENSAGEM: "VOCÊS NUNCA ESTARÃO SEGUROS"
10:24 AM
COM MÃOS SUJAS DE SANGUE, ACUSADO DE MATAR SOLDADO ENVIA MENSAGEM: "VOCÊS NUNCA ESTARÃO SEGUROS"

A polícia identificou um dos acusados de assassinar brutalmente um soldado inglês a golpes de facão e de cutelo. Quase oito anos depois dos atentados que mataram 52 pessoas em Londres, Michael Olumide Adebolajo relembrou ao Reino Unido o horror de uma ameaça terrorista.

O crime aconteceu à luz do dia, perto do quartel do Exército em Woolwich, no Sudeste da capital britânica, onde ficam alojados os militares que foram enviados para a guerra no Afeganistão. Testemunhas relatam que a vítima foi degolada, mas a informação não foi confirmada pela polícia.

Em um vídeo gravado logo após o incidente, Michael Olumide aparece segurando com as mão sujas de sangue e as duas armas utilizadas no crime, e envia uma ameaça para todo o país: "Juramos por Alá todo-poderoso que não pararemos de combatê-los. A única razão de fazermos isso é porque muçulmanos morrem todos os dias. Com o soldado britânico foi olho por olho, dente por dente”, afirmou.

O acusado completa: "Lamentamos que mulheres tenham visto isso, mas em nossa terra é o que veem nossas mulheres. Vocês nunca estarão seguros. Derrubem o seu governo, ele não liga para vocês”.

De acordo com o jornal The Guardian, o próprio Michael havia servido no Afeganistão e, supostamente, cometeu o crime em retaliação às mortes causadas pelo Exército britânico no país do Oriente Médio.

Ainda não se sabe se o ocorrido foi, de fato, um atentado terrorista, mas foi nestes termos que o primeiro-ministro David Cameron se referiu à população em um pronunciamento oficial. Ele também considerou o fato uma "traição do Islã" e um ataque aos britânicos e ao seu modo de vida.

Michael não estava sozinho na cena do crime. Um outro homem é acusado de ajudá-lo na ação, mas ainda não foi identificado. Os dois permaneceram no local até a chegada da polícia, que abriu fogo contra a dupla e conseguiu capturá-los. Os dois serão investigados pela Scotland Yard.

Fonte: Correio

Category: NOTÍCIAS | Views: 505 | Added by: monica | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa