COLETIVA DE IMPRENSA REVELA MAIS DETALHES SOBRE O INCÊNDIO EM CAMAÇARI - 25 November 2016 - JORGEQUIXABEIRA
Sunday, 2016-12-11, 8:47 AM
Welcome Guest | RSS

Menu
Login
Categorias
Cesta
Your shopping cart is empty
Pesquisar
Metereologia
Main » 2016 » November » 25 » COLETIVA DE IMPRENSA REVELA MAIS DETALHES SOBRE O INCÊNDIO EM CAMAÇARI
8:31 PM
COLETIVA DE IMPRENSA REVELA MAIS DETALHES SOBRE O INCÊNDIO EM CAMAÇARI
Aconteceu na tarde desta quinta-feira (24) a coletiva de imprensa na sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, para detalhar a explosão que aconteceu na farmácia Pague Menos, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador, e matou nove pessoas, deixando 14 feridas, algumas em estado grave.
A delegada Taís Siqueira, titular da 18ª Delegacia de Camaçari, confirmou a quantidade de mortos e feridos divulgadas anteriormente pela imprensa. Ela afirmou que o inquérito policial para investigar as causas e responsáveis pelo acidente já está aberto, e salientou que aguarda laudos técnicos e liberação dos corpos. Siqueira foi enfática ao afirmar que “os responsáveis serão indiciados”.
 
O coronel Henrique Melo, da Companhia Independente de Polícia Militar que cobre Camaçari, chamou atenção para a rapidez com que o Corpo de Bombeiros chegou ao local após ter sido avisado. Segundo o militar, apenas quatro minutos se passaram do chamado até a chegada dos bombeiros.
O major Lanusse Araújo, comandante do 10º Grupamento de Bombeiros Militares, detalhou o que, de fato, aconteceu no local da explosão: “a explosão provavelmente foi decorrente de um vazamento de gás, mas ainda não sabemos qual. Encontramos um maçarico que estava sendo usado na manutenção do mezanino”. Lanusse afirmou também que o fogo se alastrou mais rápido porque no local tinha muito material inflamável, como éter, álcool e acetona.
Sobre o resgate, o major afirmou: “a primeira guarnição que chegou resfriou o local. Retiramos seis vítimas com vida, algumas em estado grave. A maior parte das vítimas foi retirada debaixo da laje que cedeu”. Lanusse explicou que a última vítima foi retirada hoje às 5h, e que o prédio foi entregue à Defesa Civil às 13h. Ele também rebateu a informação de que uma suposta falta de água tivesse atrapalhado o trabalho dos Bombeiros.
A perícia criminal esteve no local e deve voltar na manhã desta sexta-feira, mas já adiantou que o caso pode ser caracterizado como explosão seguida de acidente com desabamento. O perito Mário Câmara, diretor do Instituto Médico Legal (IML), afirmou que dos nove corpos recebidos, sete são de mulheres. “O oitavo não dá ainda para saber e o nono corpo é, também, aparentemente de uma mulher. Todos estão bem queimados, fora uma mulher e uma criança”, explicou.
Câmara afirmou que “a identificação não será fácil”, mas que já foi iniciada. “Primeiro tentamos pelas digitais. Não há condições de reconhecimento dos corpos. De todos, a criança poderá ser identificada pela família, mas depois sai o resultado do DNA”, disse, salientando que não há previsão para identificação dos corpos.
 
A delegada Taís Siqueira confirmou que uma vítima que conseguiu sair com vida já foi ouvida e que esquipes estão nas ruas para identificar e ouvir testemunhas, mas que “a conclusão do inquérito vai levar tempo”. Com relação ao fato de não haver pedido na prefeitura de licença para obra no local, a delegada explicou: “se a prefeitura já disse que não tinha o alvará, podemos subentender que estava acontecendo o reparo de forma irregular, mas está tudo muito prematuro ainda”. 
Em depoimento, a única testemunha ouvida disse que o prédio estava com vazamento e que alagava com as chuvas. Além disso, confirmou que a obra, por conta disso, já estava acontecendo há quase 30 dias. Segundo a testemunha, cerca de cinco homens trabalhavam na obra e aproximadamente 12 pessoas estavam na fila do caixa. 
 
A sobrevivente, que não teve o nome revelado, também afirmou que se salvou por pouco. Ela estava no mezanino, justamente a área da explosão, e desceu segundos antes de tudo acontecer para abrir um dos caixas. Duas amigas da sobrevivente não tiveram a mesma sorte e morreram.
Category: NOTÍCIAS | Views: 114 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total online: 40
Guests: 40
Users: 0
Sites

Copyright MyCorp © 2016