Terça-feira, 2018-07-17, 6:22 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2018 » Fevereiro » 28 » CASO BA-VI: MANCINI É ABSOLVIDO; KANU, VINÍCIUS E MAIS CINCO PEGAM GANCHO, CONFIRA TUDO QUE ACONTECEU
8:45 AM
CASO BA-VI: MANCINI É ABSOLVIDO; KANU, VINÍCIUS E MAIS CINCO PEGAM GANCHO, CONFIRA TUDO QUE ACONTECEU


O clássico Ba-Vi saiu dos gramados e virou pauta do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia nesta terça-feira. Em sessão que foi iniciada no fim da tarde e durou aproximadamente quatro horas, foram analisados os envolvidos na confusão do clássico Ba-Vi do último dia 18, válido pela sexta rodada do Campeonato Baiano. O Vitória, que teve oito atletas denunciados, além do técnico Vagner Mancini e do supervisor, Mário Silva, foi multado em R$ 100 mil. A exclusão do Baianão, e o consequente rebaixamento para a segunda divisão do estadual, previstos no Artigo 205 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e no Artigo 69 do Código Disciplinar da Fifa, foram descartados pela 1ª Comissão Disciplinar.

A punição mais severa recaiu sobre o zagueiro Kanu: dez jogos de suspensão no Campeonato Baiano. Denunciados por agressão, Denilson, Yago, Rhayner, Edson e Becão pegaram oito jogos de gancho. Vinícius levou dois por provocar torcedores rivais ao comemorar o gol. Mancini, Ramon, Bruno Bispo, André Lima e Mário Silva foram absolvidos da denúncia de ter provocado intencionalmente o fim da partida. O clássico foi encerrado aos 34 minutos do segundo tempo com a expulsão de Bruno Bispo, o que deixou o Vitória em número de atletas insuficiente para seguir em campo.

+ Veja como foi o tempo real do julgamento

CONFIRA ABAIXO AS PUNIÇÕES DE CADA UM

Vitória

Por envolvimento na briga:
Kanu: suspenso por 10 jogos do Campeonato Baiano; absolvido da acusação de ameaça.
Denilson: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
Rhayner: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
Yago: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
Fernando Miguel: absolvido.

Por encerrar a partida propositalmente:
Ramon: absolvido.
André Lima: absolvido.
Vagner Mancini: absolvido.
Mário Silva: absolvido.
Bruno Bispo: absolvido.

Bahia

Por envolvimento na briga:
- Edson:
 suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
Rodrigo Becão: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
Lucas Fonseca: absolvido.
Vinícius: suspenso por dois jogos do Campeonato Baiano.

Mancini nega orientação, e Procuradoria promete recurso

Durante o julgamento, Vagner Mancini voltou a negar ter passado instruções para Ramon para que Bruno Bispo recebesse o segundo cartão amarelo. Segundo o treinador, a conversa com o zagueiro foi para que o time ganhasse tempo em campo.

- O que aconteceu, o que tenho visto pelas imagens, no momento faço sinal para o Fernando e ele cai. Falo com Ramon sobre tempo de jogo e a necessidade do Fernando ganhar tempo na partida. Tinha três substituições. O Ramon vai até ele e conversa com ele. Fernando levanta na hora. Era para ganhar tempo inteligentemente. O diálogo entre eu e Ramon é este. Tudo o que está sendo mostrado não condiz com a verdade.

O treinador, no entanto, declarou não se recordar exatamente da frase que pronunciou para Ramon.

- [A frase] Exata é difícil. Passo informações ao longo do jogo. Recentemente vi uma pesquisa que o atleta toma duas mil decisões em 90 minutos. Faço parte do jogo. Não é fácil precisar. Mas com certeza não foi "pede para o Bruno tomar o segundo amarelo”.

O procurador Ruy João afirmou que irá ingressar com um recurso para tentar aumentar a pena dos denunciados. Ele se mostrou insatisfeito com a absolvição de Mancini, Bruno Bispo, Ramon, Mário Silva e do Vitória.

- As penas foram muito leves, que não representam o anseio nem da Procuradoria nem da sociedade e muito menos de desportistas que gozam de respeito e que procuram buscar a ética no futebol. (...) É uma decorrência de lei. A exclusão é necessária, porque assim determina a lei. Não se pode admitir casuísmos em julgamentos dessa natureza. E foi o que ocorreu aqui neste tribunal. Nesta comissão – defendeu.

Presente no julgamento, o vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, também criticou a decisão da 1ª Comissão Disciplinar.

- A mensagem que o TJD passa para a sociedade esportiva. Não se pode admitir jamais que aquilo que é mais sagrado no esporte, que é justamente o fairplay, o espírito competitivo, o jogo limpo, seja maculado e não tenha uma punição à altura. A mensagem é, sim, de reflexão – afirmou.

As suspensões são válidas apenas para jogos do Campeonato Baiano. Caso alguma das partes entre com recurso, um novo julgamento será marcado e a pauta será avaliada pelo pleno do TJD-BA. A previsão é que uma sessão ocorra no dia 13 de março.

Category: ESPORTES | Views: 164 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 9
Convidados: 9
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa