Terça-feira, 2020-09-22, 9:49 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2017 » Fevereiro » 12 » CAPIM GROSSO: COMANDANTE DA PM VISITA O 91ª CIPM
10:32 AM
CAPIM GROSSO: COMANDANTE DA PM VISITA O 91ª CIPM

Esteve em Capim Grosso na manhã desta sexta-feira, 10 de Fevereiro, o Comandante da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Alves Brandão, para um encontro com a 91ª CIPM – Companhia Independente de Polícia Militar da Bahia, comandada pelo Major Luís Henrique.

O encontro foi realizado nas dependências do Salão do Júri e teve início com canção "Força Invicta”, letra do Major PM José Modesto, com música do Major PM Eduardo Ramos, em seguida o Major Luís Henrique fez uso da palavra com apresentação de relatório das atividades da 91ª CIPM em 2016, com destaque para o número de abordagem dentro da área geográfica de 32.899 abordagens, incluindo ainda 50 autos de prisão em flagrante, 50 TCOS, dentre outros números tais como 1.537 veículos abordados em 2017, veículos apreendidos 78, 64 motos e 14 carros, números correspondentes aos primeiros dias de 2017, para uma corporação constituída por 57 policiais em 26 de Maio de 2015. Em Julho do mesmo ano foi inaugurado o DISEP – Distrito Integrado de Segurança Pública – para em 26 de Novembro de 2016, com a presença do Governador da Bahia ser inaugurado o Sistema de monitoramento de câmeras da cidade, investimento esse que vem somando bastante nas ações das Polícias Civil e Militar.

Atualmente com 100 prepostos a disposição do Comando da 91ª CIPM, o Major Luís Henrique tem como sendo um avanço e com perspectivas de mais policiais fazendo parte da Companhia nos próximos momentos de um trabalho que vem crescendo, se estruturando e respondendo a cada dia aos anseios da população representada pela 91ª CIPM, nas oito cidades: Capim Grosso, Gavião, São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Mairi, Serrolândia, Várzea do Poço e Quixabeira.


Após a apresentação do relatório de ações pelo Major Luís Henrique, que o mesmo considerou bastante positivo a palavra foi concedida ao Coronel Anselmo Brandão, que trouxe informações sobre a morte de policiais, fato registrado na cidade de Bom Jesus da Lapa, quando no domingo, 22 de Janeiro, dois policiais militares foram mortos a tiros, e um ficou ferido, durante ataque de cerca de 20 homens ao município de Bom Jesus da Lapa, na região oeste da Bahia. Segundo informações da polícia, o grupo invadiu a cidade com objetivo de explodir caixas eletrônicos. Um dos suspeitos morreu.

Ainda de acordo com a PM, por volta das 23h, houve tentativas de explosões em duas agências. A Polícia Militar (PM) impediu os bandidos e uma troca de tiros foi iniciada. Nesse momento, bandidos que estavam espalhados em outros pontos da cidade começaram a disparar tiros para o alto. Alguns imóveis foram atingidos, mas nenhum morador ficou ferido.

O caso mexeu muito com o sentimento da Polícia Militar da Bahia, com o estado iniciando uma perseguição implacável contra os elementos que praticaram crimes contra dois policiais: Gilberto Lemos Silva Júnior, de 28 anos, e Everton Oliveira de Santana, 26 anos. O primeiro integrava a coorporação há um ano e sete meses, e o segundo há um ano e oito meses, dando início a uma caçada implacável da Polícia Militar aos elementos que participaram da ação.

O Coronel Anselmo falou sobre o Colégio Militar, associado ao município e como vai funcionar: O estabelecimento de ensino é bancado pelo município didaticamente, mas a disciplina é de responsabilidade da Polícia Militar. O Comandante falou também sobre o PLANSERV, reforma da Previdência Social, suicídios cometidos por Policiais, comportamento de Polícias em Serviço, dentre outros pontos analisados administrativamente pelo Coronel, que aproveitou também a oportunidade para aconselhar a corporação. "Quando estiverem de folga aproveite a família, saia com os amigos, faça uso da pesca, viaje, enfim, viva da melhor forma possível”, frisou Coronel. Outro ponto trabalhado pelo comandante diz respeito ao comportamento do policial em serviço. "Para ser um policial não precisa ficar de cara amarrada o tempo todo. Sob o meu comando, o policial militar precisa ser amigo, hospitaleiro, pessoa prestativa, agora na hora de agir, uma polícia forte, determinada, fiel aos seus princípios”, frisou o comandante.

O encontro registrou ainda a oportunidade de policiais indagarem pontos de seus direitos trabalhistas ao comandante que respondeu detalhadamente as cobranças, bem como as possibilidades de cumprimento do que foi indagado.

No geral, um encontro bastante proveitoso, numa linha de condução muito descontraída, sem muitas formalidades, um encontro de cumprimento de metas, de valorização, de aproximação, de reconhecimento ao trabalho do policial que acorda todos os dias em meio a grandes desafios, tendo que enfrentar principalmente os desafios da bandidagem, as quadrilhas de roubo a bancos, traficantes, homens cruéis, sem piedade, prontos para matar e morrer, sem medir as consequências dos seus atos.


Texto e fotos: Arnaldo Silva

Category: NOTÍCIAS | Views: 846 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa