Quarta-feira, 2022-10-05, 6:32 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2013 » Janeiro » 17 » CAPIM GROSSO: ANIMAL MORTO A 3 DIAS PROVOCA TRANSTORNOS AOS MORADORES NO BAIRRO PLANALTINO.
4:01 PM
CAPIM GROSSO: ANIMAL MORTO A 3 DIAS PROVOCA TRANSTORNOS AOS MORADORES NO BAIRRO PLANALTINO.


No final da manhã desta quinta-feira, 17, moradores do bairro Planaltino, mais precisamente das ruas Sucupira e Juvenal, acionaram a ACAPA (Associação Capimgrossense de Proteção aos Animais) para averiguar a situação de um cão que segundo relatos dos populares estava morto há aproximadamente três dias e exalando um mau cheiro insuportável.

A associação protetora dos animais, através das senhoras Marciones e Nalva, esteve no local indicado, aos fundos de uma residência localizada na Rua Juvenal, número 287, e comprovaram serem verídicas as informações que davam conta da fedentina e ao fazer uma avaliação mais minuciosa foi detectado que o cão estava enterrado em uma cova muito rasa, de maneira que quase a metade do cadáver estava visível. Próximo do local havia outro animal da mesma espécie preso a uma árvore por meio de uma coleira com corda. 

As representantes da entidade conseguiram manter contato com um jovem que estava próximo ao local e se identificou como sendo filho da proprietária do imóvel ao qual pertence o terreno. A casa possuía ares de abandono e quando o jovem a abriu havia dentro outro cão, amarrado e com sinais de maus tratos.

Vizinhos informaram ainda que a residência pertence a uma senhora que atende pelo prenome de Leninha, onde a mesma já foi vista na casa em companhia de dois filhos, sendo um deles menor de idade, mas que pouco aparece por ali. Segundo relatos ela está construindo outra casa em outro bairro e só estaria indo lá para passar a noite.


As senhora Marciones e Nalva informaram ao repórter Milton Santos que iria naquele exato momento procurar o Ministério Púbico, através da sua representante a promotora Dra. Ítala, para deixá-la a par da situação, somente a partir daí seria tomada alguma medida e que não está descartada a possibilidade de haver a solicitação da presença das autoridades policiais.

Texto e fotos: Milton Santos.

Category: NOTÍCIAS | Views: 1313 | Added by: Nathália | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 5
Convidados: 5
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa