Quarta-feira, 2022-10-05, 6:00 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2014 » Setembro » 29 » BRASÍLIA: SEQUESTRADOR DE HOTEL FOI VEREADOR NO ESTADO DE TOCANTINS
4:05 PM
BRASÍLIA: SEQUESTRADOR DE HOTEL FOI VEREADOR NO ESTADO DE TOCANTINS

O sequestrador que mantém um refém dentro de um hotel na cidade de Brasília foi vereador pelo PP da cidade de Combinado, no interior de Tocantins. Segundo informações do jornal Estado de S. Paulo, ele é Jac Souza dos Santos e tem 30 anos.

Jac anunciou a suposta ação terrorista por volta de 7h30. Ele algemou um funcionário e o vestiu com um colete que aparente tem várias bananas de dinamite. Ainda de acordo com o jornal Estado de S. Paulo, o político também foi secretário de Agricultura da cidade de Combinado e tem uma fazenda avaliada em R$ 600 mil.

O nome da vítima, que é funcionário do hotel, é Ailton. O nome de Ailton foi confirmado por Clodoaldo Andrade, que é secretário-geral do PTN e ex-gerente do hotel, que tem entre eus sócios o presidente da sigla, José de Abreu.

A Polícia Civil confirmou que as reivindicações do sequestrador incluem a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti e a aplicação efetiva da Lei da Ficha Limpa. O hotel onde o caso ocorre foi palco de uma polêmica, pois seria o local do emprego que garantiria o regime semiaberto ao ex- ministro José Dirceu, condenado no mensalão.

Apesar de o PT ser uma sigla que majoritariamente foi contra a extradição de Battisti e o hotel ter sido palco desse episódio com Dirceu, as autoridades não confirmam qualquer ligação entre a revolta do criminoso com o PT.

O Caso

Um homem que afirma ser um "terrorista" tomou como refém um funcionário de um hotel em Brasília e causou pânico nas mais de 300 pessoas que estavam no estabelecimento, entre funcionários e hóspedes, na manhã desta segunda-feira (29).

O homem algemou o funcionário e o vestiu com um colete que, aparentemente, tem várias bananas de dinamite. A polícia ainda não confirmou se os explosivos são reais, mas caso sejam, será capaz de destruir toda a estrutura do hotel Saint Peter, no centro da capital federal. 

Testemunhas disseram que antes de fazer o funcionário refém, o homem bateu nas portas de vários quartos do 13ª andar e, logo em seguida, obrigou que seus ocupantes saíssem, enquanto anunciava uma suposta ação "terrorista" por volta das 7h30. 

De acordo com a polícia, o sequestrador não tem uma postura agressiva e todas as suas falas têm relação com a política. "Ele pede, entre outras coisas, 'a queda da Dilma'", disse Marcelo Fernandes, delegado responsável pelo caso, ao G1. Ainda segundo ele, o sequestrador já foi identificado. 

Apesar de manter o mensageiro do hotel refém, o sequestrador não tem uma “postura agressiva”, afirmou o delegado. Fernandes disse ainda que todas as falas do homem têm relação com política. Sem revelar o nome do autor da ação, o delegado diz que ele já teve um cargo eletivo no Tocantins, mas também não detalha quando nem qual era o cargo. Pelo menos três negociadores iniciaram contatos com o homem para conseguir a libertação do refém e sua rendição.

Fonte: Correio

Category: NOTÍCIAS | Views: 336 | Added by: monica01 | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa