Sábado, 2018-06-23, 2:30 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Main » 2010 » Agosto » 3 » BEBÊ PREMATURO DESAPARECE DE HOSPITAL EM ITABUNA
9:22 AM
BEBÊ PREMATURO DESAPARECE DE HOSPITAL EM ITABUNA


Fabrícia, de 22 anos, mãe do bebê, quer saber as causas e circunstâncias da morte da criançaA Polícia Civil investiga o desaparecimento da recém-nascida Larissa Pires dos Santos Quirino do Hospital Manoel Novaes, da Santa Casa de Misericórdia em Itabuna, onde deu entrada, no último dia 27, cinco horas depois de nascer no Hospital Geral de Ipiaú. Segundo a avó, Valdelice Pires, a menina nasceu prematura, depois de cinco meses de gestação, e foi transferida no mesmo dia para o Manoel Novaes, que dispõe de UTI neonatal.

Ainda segundo a avó, a menina estava acompanhada do técnico em enfermagem de nome Márcio e, como não havia sido registrada, foi internada no hospital com o nome de Vitória. No último dia 30, sexta-feira, três dias depois do parto, Valdelice esteve no Hospital Manoel Novaes para ver a neta.

A avó não encontrou a criança e recebeu a informação de que o bebê havia recebido alta médica. Ela questionou como um prematuro poderia receber alta três dias depois de nascido, então ouviu da enfermeira que ele havia morrido. Valdelice pediu o atestado de óbito e não conseguiu. Em seguida, registrou queixa na delegacia.  "Eu quero saber o que aconteceu com minha neta. Ela era um ser humano e tinha família, mas foi enterrada como indigente”, disse Valdelice.

Nesta segunda, 2, a delegada titular da 1ª Delegacia, Sione Porto, ouviu a avó e a mãe do bebê, Fabrícia, de 22 anos. A jovem disse que quer saber a causa da morte da filha. A delegada afirmou que vai pedir explicações ao Hospital Manoel Novaes porque, segundo relato da mãe e da avó, o bebê foi transferido com vida para Itabuna.

O setor de assistência social do Hospital Geral de Ipiaú informou que o bebê nasceu de parto normal, mas como era prematuro e não havia UTI neonatal, foi transferido para o Manoel Novaes, em Itabuna. Em nota, o diretor técnico do Manoel Novaes, Jaime César do Nascimento Oliveira, diz que o feto chegou às 16h51 do dia 27.

O médico plantonista constatou que o feto apresentava sinais compatíveis com 23 semanas, pesando 415 gramas e sem abertura de fenda palpebral. Ele teria alertado às pessoas que acompanharam de que não havia condições de sobrevivência.

Category: NOTÍCIAS | Views: 544 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 29
Convidados: 28
Usuários: 1
jorge
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa