Quarta-feira, 2021-12-08, 9:42 AM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
ESPORTES
noticias do esporte
NOTÍCIAS
informação
EVENTOS CULINÁRIA
HUMOR CURIOSIDADES
CIÊNCIA ANIVERSÁRIOS
PUBLICIDADE CARNAVAL
Notícias do carnaval baiano
PEGADINAS
HUMOR
Pesquisar
Metereologia

Main » 2011 » Novembro » 6 » BAHIA GANHA DE VIRADA DO SÃO PAULO E SE AFASTA DA ZONA DO REBAIXAMENTO, ASSISTA AOS GOLS
10:17 PM
BAHIA GANHA DE VIRADA DO SÃO PAULO E SE AFASTA DA ZONA DO REBAIXAMENTO, ASSISTA AOS GOLS
Solta o grito, torcedor Tricolor! O Esquadrão voltou! Em noite épica, o Bahia derrotou o São Paulo com uma virada heroica, depois de passar grande parte do jogo atrás no placar, por 4 a 3. Neste sábado (5), quem foi ao estádio de Pituaçu viveu sensações distintas durante os 90 minutos, foi da tristeza ao êxtase, e relembrou os tempos das grandes viradas do time. Como Souza disse durante a semana, o grupo sangraria se fosse preciso. Dito e certo. Um grande exemplo é o volante Fabinho. Com uma torção no tornozelo, ele ficou em campo até o final, assim como os mais de 30 mil torcedores nas arquibancadas. "O espírito tricolor esteve em campo, disse Joel Santana. 
 
O primeiro gol saiu ainda no primeiro tempo, com Wellington. Na segunda etapa, Souza empatou com 50 segundos de jogos. No entanto, Lucas fez logo em seguida e Cícero ampliou. A partida parecia estar decidida, mas o Bahia foi pra cima na raça e conseguiu virar com gols de Lulinha, Fahel e um contra de Luiz Eduardo.


O triunfo alivia a situação do Bahia na tabela do Brasileirão. Agora com 39 pontos, o clube permanece em 15º, mas abriu sete pontos para zona de rebaixamento. Agora é secar Ceará, Cruzeiro e Atlético-PR, que jogam neste domingo, para voltar a ter uma boa "gordura" em relação ao Z-4. O Tricolor baiano só não subiu na tabela por conta do triunfo do Galo sobre o Grêmio, por 2 a 0. O São Paulo de Emerson Leão, com 50 pontos, caiu uma posição e agora ocupa o 8º lugar.
 
Faltou cabeça
A história é repetida. O Bahia começa jogando bem, sofre um gol e perde as rédeas da partida. O primeiro tempo do duelo com o São Paulo segue este roteiro. Apesar do início com duas equipes desencontradas, o Esquadrão encontrou a organização dentro de campo e colocou os paulistas na roda nos primeiros 15 minutos. Aos 12, Souza pegou sobra de escanteio no lado direito, deu uma tabaca no zagueiro João Filipe e cruzou para Fahel. O volante tricolor cabeceou e a bola tirou tinta da trave direita de Denis. O Bahia acuava o adversário e tabelava bem pelas pontas. Parecia que o gol era questão de tempo.
 
Porém, o time comandado por Emerson Leão teve paciência e começou a ameaçar nos contra golpes. Tanto que aos 21 minutos, em uma jogada um tanto estranha, o São Paulo abriu o placar. A bola subiu perto da área do Bahia e Wellington conseguiu dar um chapéu em Diones e Titi. Na sequência, emendeu um chutaço no canto direito de Marcelo Lomba.
 
O gol mexeu com o Bahia, que ficou completamente perdido em campo. Dodô foi um dos que mais errou e Souza acabou ficando isolado na frente. O São Paulo não tinha nada com isso e partiu em busca do segundo tento. Aos 31, Lucas deixou dois marcadores no chão, dentro da área tricolor, e passou para Luís Fabiano empurrar para o fundo das redes. Só que Marcelo Lomba fez um milagre e salvou essa. No minuto seguinte, o goleiro do Bahia fez outra grande defesa. Dagoberto mandou um tiro forte de fora da área e Lomba saltou no lado esquerdo para defender. No rebote, a zaga afastou. Restou aos comandados de Joel Santana segurarem a onda até o apito final no primeiro tempo. Só um puxão de orelha poderia mudar a postura da equipe.
 
Que jogo!
A conversa no vestiário realmente mudou o panorama da partida. Tanto que, com menos de um minuto de jogo, o Bahia conseguiu o empate. Júnior, que entrou no lugar de Gabriel, lançou Souza na frente. Ele cortou João Filipe e mandou no canto esquerdo de Denis. Apesar da reação rápida, o time visitante deu um verdadeiro banho de água fria nos donos da casa aos dois minutos. Lucas arriscou da intermediária e colocou de novo o São Paulo na frente.
 
Aos 14, Magno foi substituído por Lulinha e a torcida chamou Joel de burro. As coisas não iam bem e, aos 15, Cícero ampliou o marcador com chute da entrada da área. Ainda sem se encontrar em campo, o Bahia quase levou o quarto aos 20. Dagoberto recebeu livre na esquerda, entrou na área e chutou para grande defesa de Marcelo Lomba. Passado os 20 minutos, o Bahia acordou. Primeiro Júnior chutou de fora da área, a bola desviou na zaga e bateu na trave direita de Denis. Nikão havia entrado no jogo, no lugar de Diones, e deu um novo ânimo ao grupo. Aos 23, ele arrancou pela esquerda e cruzou rasteiro para Lulinha empurrar pro fundo das redes. A história mudou e a torcida levantou.
 
Aos 27, o São Paulo ainda chegou com Luís Fabiano, mas foi Fahel quem marcou aos 28. Depois de cruzamento da esquerda, o volante meteu a cabeça na bola e deixou tudo igual. Abalado, o time paulista passou a ser espectador do jogo. Aos 35, Marcos cruzou da direita e Nikão cabeceou para fora. Aos, 37, Júnior enfiou para Nikão, que cruzou para Souza. Só que no meio do caminho Luiz Eduardo desviou e marcou contra. Depois disso, foi só segurar e fazer a festa. O Tricolor voltou!
Category: ESPORTES | Views: 523 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 1
Convidados: 1
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa