Quinta-feira, 2021-04-15, 3:07 PM
Welcome Convidado | RSS

Menu
Login
Categorias
Pesquisar
Metereologia
Main » 2011 » Julho » 30 » ACUSADO DE MATAR REPRESENTANTE COMERCIAL FOI PRESO EM CAPIM GROSSO 8 ANOS DEPOIS
9:03 AM
ACUSADO DE MATAR REPRESENTANTE COMERCIAL FOI PRESO EM CAPIM GROSSO 8 ANOS DEPOIS

Após cobranças da família durante vários anos, a polícia conseguiu prender Jheferson Matos Ribeiro (foto), acusado de ter matado o jovem Japiassu Sales Siqueira Júnior, em Feira de Santana. De acordo com a Coordenadoria da Polícia Civil de Feira, sob o comando do delegado Fábio Lordelo, o acusado foi preso em Capim Grosso foi recambiado para Feira

O crime, que chocou a opinião pública, já completou 8 anos. O pai do jovem assassinado, e que tem o mesmo nome da vítima, Japiassu Siqueira, fez inúmeros apelos à polícia para que prendesse o criminoso. Ele também procurou a imprensa para pedir ajuda e conseguiu que o crime fosse divulgado em rede nacional pela Rede Globo.

" É difícil entender como um caso como esse que foi exibido no programa Linha Direta, da Rede Globo, até hoje não teve um desfecho. Minha família quer que a Justiça seja feita”, declarou seu Japiassu, meses depois da exibição do programa.

Nesta sexta-feira (29), durante entrevista ao programa Carlos Geilson, da rádio Subaé, seu Japiassu disse que esperava que a justiça fosse feita e parabenizou a equipe da polícia civil pela prisão de Jheferson Ribeiro. " Para honra e glória de Deus, a polícia conseguiu prender esse assassino”, disse bastante emocionado.

A PRISÂO

Fabio Lordello informou que o acusado do crime estava no povoado de Fazenda Volta, no município de Capim Grosso, em lugar bem deserto. Segundo o delegado, Jeferson ficou surpreso e não teria reagido após a voz de prisão.

"Os policiais se disfarçaram de caçadores em uma fazenda próxima, justamente para não chamar atenção. Ele confessou que morou em fazendas nos municípios de Mairí e também em Monte Santo e que estava há alguns meses em Capim Grosso”, explicou Fábio.

"Estamos em paz e com a certeza do dever cumprido, pois estes mandados precisam ser cumpridos”, afirmou o coordenador da Polícia Civil de Feira.

MOTIVO DO CRIME

Na coletiva realizada no complexo policial, Jeferson alegou legítima defesa, mas se mostrou frio diante das perguntas dos repórteres.

"Ele estava me ameaçando, eu agi em legítima defesa, eu fiquei escondido em uma fazenda”, afirmou o acusado do crime. .
Eu não tive briga com Japiassú, eu fui agredido por ele, inclusive registrei queixa na delegacia, e por isso começaram ameaças”, rebateu Jeferson.

"Depois da morte de Junior começaram as ameaças por parte da família dele” disse o acusado de matar Japiassú à reportagem policial.

"Eu não fui atrás dele para matar. Eu estava indo para a fazenda quando o encontrei. Ele estava armado e fui surpreendido na avenida Maria Quitéria”, explicou o jovem foragido.

O CRIME
Jheferson Matos Ribeiro é acusado de assassinar o representante comercial Japiassu Sales Siqueira Júnior e de balear o comerciante Alexsandro da Cunha Sarmento, primo da vítima. O crime ocorreu no dia 24 de abril de 2003 em Feira de Santana, Bahia. Acusado e vítima moravam no mesmo bairro.

Segundo informações, eles costumavam jogar futebol em times rivais e não conversavam. Um ano antes do crime, tiveram um desentendimento após uma partida de futebol. Trocaram socos e pontapés, e como Jefheson levou a pior e prometeu se vingar.

No dia do crime, data do início da Micareta - Japiassu viajava com o primo Alexsandro , para Salvador, em um veículo Gol, quando foram abordados pelo acusado.

O veículo foi cercado na avenida Maria Quitéria pela caminhonete D-20, dirigida Jheferson Ribeiro. Alexsandro dirigia o Gol. Ao sair para o acostamento, Jhefeson emparelhou a caminhonete e atirou nas duas vítimas e fugiu. Japiassu Sales Siqueira Júnior morreu no hospital. Baleado, Alexsandro da Cunha Sarmento sobreviveu. Antes de atirar nos jovens, o acusado matou um cão e teria dito que aquele seria o destino do seu desafeto.

Jheferson apresentou-se dias depois e alegou legítima defesa, mas faltou às audiências na Justiça e teve a sua prisão preventiva decretada. Ele foi denunciado pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio duplamente qualificada.
Fonte: Central de Policia
Category: NOTÍCIAS | Views: 960 | Added by: jorge | Rating: 0.0/0
                                 
Anúncios
Estatística

Total Online: 2
Convidados: 2
Usuários: 0
Sites
Cursos Online Profissionalizantes
Cursos Online 24 Horas - Certificado Entregue em Casa